Divulgação/Coritiba
“Chegamos próximos na Copa do Brasil e não podemos nos acomodar em uma zona de conforto”, aponta

Recuperado de lesão, Pereira quer voltar a ser referência na zaga coxa-branca. O jogador fica à disposição do técnico Marcelo Oliveira para a partida contra o Grêmio, neste sábado (8), às 18h, no Couto Pereira e disputa com Jeci a vaga deixada pelo prata da casa Luccas Claro, que serve à Seleção Brasileira.

Confiante de que a recuperação foi plenamente conquistada, o zagueiro confia no trabalho executado pelo departamento médico do clube. “Tivemos um ano desgastante e os jogadores, em um certo momento, começam a perder um pouco do condicionamento”, explica Pereire. “Aconteceu comigo, vieram algumas lesões e agora a gente fez um trabalho de fortalecimento bacana, o pessoal da fisioterapia também me ajudou bastante e estou à disposição”, emenda.

Contra o Tricolor Gaúcho que vem embalado por uma vitória sobre o Santos, Pereira garante que o fator casa deve pesar para que o Coxa consiga sua nona vitória diante da torcida. “O Grêmio é uma equipe que compete muito, independente de onde joga. Mas no Couto a gente se impõe, cria muitas chances de gol, ataca bastante e tem o apoio da nossa torcida, que tenho certeza que vamos ter mais uma vez”, torce o zagueiro.

Se as apresentações em casa têm sido satisfatórias, fora dela o time ainda sofre para encaixar os resultados. Para se reaproximar da zona de classificação para a Libertadores, Pereira acredita que uma sequência de pelo menos três vitórias consecutivas devolva a confiança ao grupo alviverde. O que passou, passou. “Temos que ter um pouco mais de tranquilidade, nas finalizações, nos detalhes, nos jogos como um todo