Divulgação/Coritiba
“É um jogo fundamental que pode ser considerado como um divisor de águas”, afirma Marcelo Oliveira

O último treino do Coritiba antes de entrar em campo para enfrentar o Botafogo, no Couto Pereira. E sem a dupla de zaga titular no jogo contra o Vasco, já que Demerson e Pereira estão vetados, o treinador sabe que o desafio desta tarde não promete ser fácil. Quarto colocado do Campeonato Brasileiro, com 41 pontos, com 12 vitórias na competição.

Em campo, os objetivos são quase antagônicos. Para o Bota, uma vitória pode ser premiada com a liderança do campeonato. Já para o Coxa, vencer o time carioca seria tentar se afirmar no Brasileiro, após bater o líder e ser derrotado pelo Vasco na última rodada. “Nossa sequência é com grandes equipes que estão brigando lá em cima e o Botafogo tem um time muito técnico, muito bem armado e veloz, tem um contra ataque forte e nós temos que estar preparados e jogar o nosso melhor para conquistar a vitória”, apontou o técnico Marcelo Oliveira.

Consciente de que o time não faz as mesmas apresentações de início de temporada, o jogador classifica uma possível vitória sobre o Botafogo como redentora para o grupo que ainda não deslanchou. “É um jogo fundamental que pode ser considerado como um divisor de águas, e a gente vai com tudo e vamos para cima para atacá-los bem”, finalizou.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA X BOTAFOGO

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Data/hora: 11/9/2011 – 16h

Árbitro: Fabrício Neves Correia (RS)

Assistentes: Carlos Berkenbrock (RS) e José Javel Silveira (RS)

CORITIBA: Vanderlei; Jonas, Luccas Claro, Emerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete, Léo Gago, Tcheco e Rafinha; Marcos Aurélio e Bill. Técnico: Marcelo Oliveira.

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Gustavo, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel e Elkeson; Herrera e Loco Abreu. Técnico: Caio Junior.