estadao_conteudo_cor

O atacante Gabriel Jesus é o novo reforço do Manchester City. O clube inglês vai confirmar o acerto ainda nesta quarta-feira, em sua página oficial, e o jogador do Palmeiras chegará ao time no fim do ano, após o término do Campeonato Brasileiro. O contrato com o time inglês vai até o meio de 2021

O City pagará pelo garoto 32,7 milhões de euros (R$ 121,1 milhões). Dono de 30% dos direitos econômicos do jogador, o Palmeiras teria direito a ficar com apenas R$ 35,5 milhões do valor, mas, segundo pessoas ligadas a diretoria, o clube fez um acordo para liberar o garoto e ficará, no total, com R$ 76,7 milhões. Os detalhes de como foi feita a negociação não foram divulgados.

Jesus foi contratado pelo City. (Cesar Greco/ Ag Palmeiras/ Divulgação)

Jesus foi contratado pelo City. (Cesar Greco/ Ag Palmeiras/ Divulgação)

Vale lembrar que o Palmeiras briga na Justiça contra um dos empresários de Jesus, Fábio Caran, que é dono de 22,5%. O clube alega que o agente descumpriu uma cláusula no contrato e que teria repassado os direitos do atleta para terceiros, algo que faria o clube passar a ter a posse da participação do adversário Paralelamente, a diretoria palmeirense também tentou comprar essa porcentagem de Caran, mas não teve sucesso.

O acerto encerra uma longa novela que se tornou a transferência do garoto, mas dá início a uma nova discussão sobre o pagamento. Além do City, o Manchester United também fez uma proposta até melhor para levá-lo, mas quando chegou para negociar, as conversas com o rival de Manchester já estava bem adiantadas. O Barcelona também tinha interesse em fazer uma nova proposta, após o Palmeiras recusar uma oferta de 20 milhões de euros.

Algo que fez a diferença na transação foi a vontade de Gabriel Jesus. O menino se empolgou com a possibilidade de ser comandado por Pep Guardiola, que ligou diretamente para ele, com o intuito de lhe convencer a aceitar a proposta.

Gabriel Jesus foi promovido ao elenco profissional do Palmeiras em janeiro de 2015, depois da disputa da Copa São Paulo. Após meses de negociação, o clube renovou o vínculo do atacante para ele ser utilizado no time principal e passou a ter 30% de seus direitos econômicos. Anteriormente, o clube detinha 75%. Após alterações no contrato nos últimos meses, os empresários Fábio Caran e Cristiano Simões passaram a ter 22,5% dos direitos cada e o próprio Gabriel Jesus ficou com 25%.

Inicialmente, a previsão é que Gabriel Jesus vá para o City em janeiro. Entretanto, o Palmeiras tentará segurá-lo até o meio do ano que vem, caso consiga a classificação para a Libertadores de 2017. Atualmente, o atacante está com a seleção brasileira olímpica.