Foi em Pituaçu, na 33ª rodada do Brasileiro da série B em 2010, que o atacante Bill retornou aos gramados após um longo tempo se recuperando de uma grave lesão. No último minuto, ele fez o gol de empate do Coritiba contra o time da casa, resultado que foi fundamental para o time coxa-branca lutar pelo título da competição. Agora, a chance dele voltar a atuar lá é grande e a motivação é ainda maior por ter voltado no último jogo e também marcado.

Assim, ele quer manter as boas lembranças e buscar, em Pituaçu, a primeira vitória fora nesta temporada. “Aquele foi um momento de muita felicidade. Estava voltando de um momento muito complicado, de uma lesão grave”, lembra o atleta, que no último jogo entrou no lugar de Leonardo, lesionado. “Futebol é isso mesmo, você está sujeito a isso e no último jogo o Leonardo teve a infelicidade de não jogar. Tanto eu quanto o Leonardo estamos trabalhando forte para ajudar o Coritiba”, emenda.

O técnico Marcelo Oliveira considera dois grandes jogadores, ams reconhece o bom jogo feito por Bill na vitória sobre o Fluminense. “Os dois jogadores tem boa condição são definidores, apenas tem características diferentes. O Bill jogou o último jogo muito bem. Jogaria de qualquer forma nesse jogo com o Bahia. Deu uma descansada, voltou com tudo. E vamos usar tudo o que a gente tem inclusive o banco para tentar ganhar os jogos”, diz o treinador.

Mas o pensamento agora é o de buscar pontos importantes em Salvador. “Todos estão vendo que estamos fazendo boas partidas fora, mas não estamos conseguindo resultados”, diz. “A gente tem que colocar nosso ritmo. Só estamos ganhando em casa e fora não estamos fazendo nosso papel”, conta Bill.Porém, o adversário será muito difícil e merece atenção. “A gente sabe que é mais uma equipe forte dentro da casa deles e temos que colocar o ritmo que a gente vem jogando porque está perto de conquistarmos um jogo fora”. Por isso, é preciso “tranquilidade perto da área para que contra o Bahia possa ser diferente”, finaliza o atacante alviverde.