Por Rodrigo Dornelles com informações de Osmar Antônio
Coxa acabou derrotado pelo Galo. (Divulgação/ Coritiba)

Coxa acabou derrotado pelo Galo. (Divulgação/ Coritiba)

A equipe coxa-branca lutou e parecia que conseguiria ao menos um empate diante do Atlético Mineiro no Independência. No entanto, o inspirado Robinho garantiu a vitória alvinegra na noite desta segunda-feira (18). O técnico do Coritiba, Pachequinho, exaltou a postura do Coxa e o desempenho coletivo do time mesmo com a derrota. Em relação ao descontentamento de Juan ao ser substituído, o treinador deixou qualquer decisão para a diretoria.

Na visão do técnico Pachequinho, o jogo coxa-branca diante do Galo merece ser exaltado e deve-se tirar pontos positivos do jogo contra o time mineiro. “Uma derrota dolorida, pela postura, o nível que jogamos. De igual para igual, muitas vezes melhor que o adversário. Tivemos um volume muito bom, mesmo com o empate indo para cima. A gente lamenta, principalmente pela postura, todos os setores muito bem, coletivamente a equipe foi muito bem. Pelo que esses jogadores fizeram na partida demonstra o espírito de luta deles. É tirar só coisas positivas desse jogo. Infelizmente derrota não era o que a gente queria”, comentou o treinador.

Mesmo sem vencer fora de casa no Brasileirão, o comandante coxa-branca entende que se o time mantiver a mesma postura que teve esta noite, pode conseguir melhores resultados na competição, a começar pela próxima rodada, contra o Santa Cruz, no Arruda. “No mínimo com essa postura para ir forte contra o Santa Cruz e se jogarmos assim vamos buscar coisa melhor na competição. Poderíamos ter conseguido mais pontos, vitórias, jogos que fizemos em alto nível, com mais tranquilidade, sorte, teríamos mais vitórias”, avaliou Pachequinho.

Bronca de Juan

Uma cena chamou atenção durante a partida. Ao ser substituído, Juan saiu bastante insatisfeito e mostrando descontentamento com o técnico Pachequinho. O treinador, no entanto, deixou qualquer decisão a respeito do fato para a direção. “Quem vai definir é a diretoria (sobre Juan ter saído bravo de campo ao ser substituído). Eu falo sobre o jogo”, disse o comandante.

Diretor de futebol do Coritiba, Alex Brasil falou sobre o caso e evitou que qualquer atitude fosse tomada neste momento. “Não é uma atitude com a qual nós compactuamos, vamos tratar, mas não é o momento, de cabeça quente, de tomar atitude”, comentou o diretor. “É falta de respeito com o treinador e com os próprios companheiros. Isso vai ser solucionado e vamos dar continuidade ao trabalho”, afirmou ainda.