Por Pedro Melo com informações de Felipe Dutra

Pachequinho lamentou mais uma virada sofrida pelo Coritiba. (Banda B)

Pachequinho lamentou mais uma virada sofrida pelo Coritiba. (Banda B)

O Coritiba perdeu mais uma vez de virada no Campeonato Brasileiro e foi superado pelo Vitória por 3 a 1 em confronto direto na luta contra o rebaixamento. Mais uma vez, Pachequinho ‘balança’ no cargo, mas o técnico espera concluir o trabalho até o final do primeiro turno.

Quando assumiu interinamente, Pachequinho fez um acordo com a diretoria para ficar até o final do turno e não quer terminar o trabalho faltando uma rodada para o início do returno. “O trabalho nosso com a diretoria é para ficar até o final o primeiro turno. Vamos manter o que foi determinado”, comentou.

Em relação a derrota para o Vitória, o comandante lamentou mais uma virada e ressaltou que o Alviverde merecia sorte melhor. “Eles estão jogando em casa e é natural que viessem para cima. Infelizmente, o primeiro gol foi uma falta de sorte da nossa equipe e mesmo depois do 1 a 1, tivemos um padrão de jogo. O futebol é avaliado pelo resultado, mas quem viu o jogo sabe que o comportamento dos nossos jogadores foi muito bom”, disse.

Em 18 rodadas disputadas, o Coritiba levou virada em cinco delas e para Pachequinho, as derrotas veem em infelicidades do time. “Se pegar os gols, a infelicidade nossa e a sorte do adversário [foram fundamentais para as viradas]. Em nenhum momento, a nossa equipe deixou de atacar e a gente deveria ter uma melhor sorte na partida”, destacou.

O Coritiba encara na próxima rodada a Ponte Preta no domingo (07), às 16h, no estádio Couto Pereira. A partida será a última do primeiro turno.