Pablo ainda não marcou com a camisa coxa-branca. (Divulgação/Coritiba)

O Coritiba ainda busca um padrão de jogo para a temporada de 2018. Depois do título da Taça Dionísio Filho, o Coxa vive uma situação complicada na Taça Caio Júnior ao ser eliminado com duas rodadas de antecedência. A última partida contra o FC Cascavel serve para cumprir tabela e ganhar confiança para a grande final.

Para o atacante Pablo, o Coritiba entra em campo com obrigação de vencer e também com a necessidade de mostrar novidades para a torcida. “Sabíamos que teríamos que ganhar, independentemente, de qual seria forma. Queríamos ter jogado bem, mas o mais importante era a vitória. Contra o Cascavel não vai ser diferente. A torcida está querendo ver alguma novidade e temos que mostrar isso. A nossa obrigação é ganhar o jogo, respeitando o adversário, mas temos que conquistar os três pontos”, disse.

Já o zagueiro Romércio ressaltou que a vitória é importante contra o FC Cascavel para ter chances de disputar a segunda partida da grande final no estádio Couto Pereira. “Nós temos também a necessidade vitória porque ainda temos a chance de jogar o segundo jogo da final em casa. Vamos encarar a partida como final e tentaremos fazer uma grande partida para sair com o resultado positivo”, comentou.

Depois da partida desta quarta-feira, o Coritiba terá 10 dias de preparação até o primeiro jogo da decisão. De acordo com Pablo, o tempo será importante para corrigir os erros cometidos. “Teremos mais tempo para trabalhar e aprimorar onde o professor possa achar que o time encontra dificuldade. É um tempo para se conhecer mais e ter entrosamento. Com esse tempo, poder de treino, vamos aprimorar mais e, consequentemente, as vitórias vão sair”, afirmou.

 

Assista a entrevista do atacante Pablo:

Entrevista Pablo do Coritiba

Posted by Portal Banda B on Tuesday, March 20, 2018