Divulgação/Coritiba
Treinador aposta em formação mais ofensiva para manter o jejum de vitórias do São Paulo no Morumbi

Em um passado não muito distante Marcelo Oliveira e Milton Cruz, atual técnico interino do São Paulo, eram muito próximos. Companheiros de equipe no Nacional do Uruguai, em 1982, os dois mantêm as lembranças da amizade que o tempo não apagou.”O Milton é um grande amigo e foi um grande jogador. Nesse período lá [no Uruguai] fizemos vários gols no campeonato. Ele marcou várias vezes, mas graças a muitas assistências minhas”, brincou o treinador do Coritiba, que, para o jogo contra o time comandado pelo amigo, preferiu escalar três meias ofensivos a três volantes.

No Tricolor paulista, Milton Cruz assumiu com a missão de substituir Adílson Batista, demitido após a derrota por 3 a 0 para o Atlético-GO. O desafio mais importante para o interino é recolocar o São Paulo no caminho das vitórias, já que o time não vence há seis rodadas. Só no Morumbi, já são três partidas sem saber o que é vencer.

Do outro lado está o Alviverde que, ao contrário do que faz no Couto Pereira, não ostenta uma boa campanha fora de casa e aposta na ofensividade para tentar surpreender o sexto colocado do Brasileirão. Para isso, Oliveira promoveu a volta de Léo Gago, suspenso contra o Bahia e devolveu Gil ao banco de reservas para escalar Éverton Costa. O meia volta ao time titular para substituir Tcheco, vetado.Assim, o Coritiba deve ir a campo com Vanderlei, Jonas, Emerson, Jeci e Lucas Mendes; Willian, Léo Gago, Rafinha e Éverton Costa; Marcos Aurélio e Bill.

São Paulo e Coritiba se enfrentam neste domingo (23), às 16h e a Banda B transmite a partida ao vivo na narração de Fernando César.