Por Rodrigo Dornelles

Ouça o gol da vitória na voz de Paulo Sérgio:

A primeira vitória fora de casa no Campeonato Brasileiro. Pela primeira vez, o Coxa viaja e volta com uma vitória em sua bagagem dentro da competição. Nem um pênalti perdido na etapa final impediu o Coritiba de superar o Santa Cruz e somar mais três pontos no Brasileirão. A vitória, além de tirar o peso de não ter vencido como visitante, também tira a equipe da zona de rebaixamento.

Em um primeiro tempo de posse de bola do Santinha, foi o Verdão quem balançou a rede. Após cruzamento da esquerda, Kazim dominou, parou a bola e serviu Kléber, vindo de trás, para estufar a rede. Na etapa final, o segundo gol poderia ter saído para dar maior tranquilidade ao time. Kléber sofreu e cobrou um pênalti, que acabou defendido pelo goleiro Tiago Cardoso.

Coxa conquistou primeira vitória fora de casa. (Divulgação/ Coritiba)

Coxa conquistou primeira vitória fora de casa. (Divulgação/ Coritiba)

Vitorioso pela primeira vez fora de casa no Brasileiro, o Coxa chega aos 18 pontos e pula para a 14ª colocação. Na próxima rodada, o Coritiba joga contra o Flamengo, no Couto Pereira, no domingo (31), a partir das 16h. Já o Santa Cruz permanece com 17 pontos e, na próxima rodada, visita o Atlético-MG, sábado (30), às 21h.

Bola do Santa, gol do Coxa

Os primeiros 10 minutos de partida no Arruda foram de intensa pressão do Santa Cruz, dominando amplamente a posse de bola e apertando para tentar sair na frente. E o Santa teve uma boa chance, que parou em ótima defesa do goleiro Wilson. O Coxa não conseguia sair de trás e, sem trocar passes, abusava dos chutões em direção aos atacantes.

Se não conseguia levar a bola ao ataque, o Verdão, quando chegou, mandou para o gol. Cruzamento da esquerda, Kazim domina, para a bola, levanta a cabeça e serve Kléber, chegando de trás para estufar a rede do time pernambucano. O gol tranquilizou o time Alviverde, que passou a trocar a bola entre seus jogadores e dominar a partira. Em uma falta de longe, João Paulo ainda obrigou o goleiro Tiago Cardoso a fazer boa defesa para evitar o segundo gol.

Pênalti perdido, jogo vencido

Sem mudanças nas escalações, o segundo tempo começou sem grandes mudanças também no que se via em campo. O Coritiba seguia melhor. E a grande chance de ampliar o placar chegou após boa troca de passes, assistência de Alan Santos para Kléber, que foi derrubado por Tiago Cardoso na área e o árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, o próprio Gladiador bateu mal, no meio do gol, e o goleiro defendeu. O Verdão ainda tentou pelo alto com Luccas Claro, sem pontaria.

Novamente pelo alto foi que o Coritiba teve uma ótima oportunidade para ampliar. Raphael Veiga levantou a bola da esquerda e Kazim subiu para tocar de cabeça. Tiago Cardoso voou para defender e evitar o segundo gol. Nos minutos finais de partida, Felipe Amorim escapou cara a cara com o goleiro e tocou de cobertura, ia fazendo um golaço, mas a bola foi caprichosamente na trave. O gol não fez falta e o Coxa conseguiu confirmar sua primeira vitória fora de casa no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
SANTA CRUZ 0x1 CORITIBA

Local: Estádio do Arruda, em Recife (PE).
Data: 23 de julho de 2016.
Horário: 18h30.
Público e renda: 10.021 pagantes/ R$ 133.770,00.
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO).
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO).

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Léo Moura, Wellington Silva, Danny Morais e Tiago Costa; Uillian Correia, Marcílio (Marcinho) e João Paulo; Arthur (Danilo Pires), Keno e Marion (Bruno Moraes).
Técnico: Milton Mendes.

Coritiba: Wilson; Ceará, Luccas Claro, Juninho (Nery Bareiro) e Carlinhos; Edinho, João Paulo, Alan Santos e Raphael Veiga (Felipe Amorim); Kazim e Kleber (Iago).
Técnico: Pachequinho.

Cartões amarelos: João Paulo e Tiago Cardoso (STC). Carlinhos (CFC).
Gol: Kléber aos 32′ do primeiro tempo (CFC).