Divulgação/Coritiba
De sorriso fácil, Geraldo faz do futebol alegre sua marca principal nos jogos pelo Coritiba

Mesmo sendo titular uma única vez pelo Coritiba no Campeonato Brasileiro, Hermenegildo da Costa Paulo Bartolomeu é daqueles atletas que desperta simpatia na torcida alviverde. Dentro das quatro linhas, o jogador de nome grande atende apenas por Geraldo e agrada. Adepto do futebol moleque, o angolano de 19 anos faz aniversário no próximo dia 23 e, como presente antecipado, ganhou a participação direta no gol da vitória coxa-branca sobre o Santos, no último domingo.

Geraldo entrou no lugar de Lucas Mendes no segundo tempo e mudou o lado esquerdo do campo alviverde. Veloz, foi dele o cruzamento preciso que encontrou a cabeça de Leonardo e, depois, o fundo das redes de Aranha no Couto Pereira. Se antes do jogo o jogador que tem 13 partidas pelo Coxa na Série A era só expectativas, depois da boa apresentação e dos elogios do técnico foi só agradecimentos.

“Eu estava no banco e ficava mentalizando coisas positivas. Eu disse que eu ia entrar e fazer um excelente jogo”, afirmou em bom português africano. “Eu queria agradecer pela confiança do professor de poder me colocar mais uma vez no jogo. O projeto do Coritiba tem sido muito bom para mim e para os meus colegas”, emendou Geraldo.

No elenco alviverde desde junho de 2009, o meia comemorou contra o Santos a sua partida de número 60 no time do Alto da Glória. Dividido entre o clube e a Seleção Angolana, Geraldo lamenta não ter tido tantas participações durante o campeonato. “Mas sempre que eu estive aqui eu pude ajudar o time, o treinador sempre confiou muito em mim e eu só tenho a agradecer pela confiança”, finalizou o meia.