Monique Vilela

Após a vitória do Coritiba contra o Bahia no Couto Pereira, neste domingo (14), o técnico Marquinhos Santos garantiu que apesar dos 11 pontos de diferença da zona de rebaixamento, o grupo não vai relaxar antes de chegar aos 45 pontos.

Esta pontuação é a meta da comissão técnica que já havia sido estabelecida. “Nós temos que buscar o foco de 45 ou 46 pontos e não vamos relaxar enquanto não chegarmos a isso”, disse o treinador Alviverde.

Apesar da boa partida feita pelo Coxa no primeiro tempo, Marquinhos Santos admitiu que o Bahia surpreendeu. “No primeiro tempo, nós tivemos um bom jogo, mas o Bahia também jogou muito bem e surpreendeu. Mas no segundo tempo fomos muito bem e vencemos o jogo.Sem esse trabalho em conjunto, não conseguiríamos estar com essa sequencia de vitórias”, contou o treinador, que atribuiu a boa fase ao trabalho em conjunto.

Mesmo com a volta de Demerson, que havia cumprido suspensão, Marquinhos Santos explicou que manteve Luccas Claro na equipe por opção tática. “A opção que fiz pelo Luccas Claro foi por uma leitura de jogo que eu fiz do jogo que o técnico Jorginho faz”, disse Marquinhos.

O diferencial para o Coritiba é a seriedade e o comprometimento de todo o grupo. “O ambiente tem sido muito bom e não só em função das vitórias pois quando tivemos as duas derrotas seguidas, mantivemos na mesma pegada”, finalizou o treinador do Coritiba.