Bem disposto, o time B do Coritiba bateu o Vasco por 5 a 1 no último domingo e marcou os três primeiros pontos do Alviverde no Campeonato Brasileiro. Anderson Aquino, único titular entre os reservas em campo, foi o destaque da partida ao marcar três gols em apenas nove minutos. Tcheco também deixou o seu gol registrado, assim como Maranhão, lateral do Verdão.

Para o técnico Marcelo Oliveira, a vitória elástico não surpreende, já que os jogadores reservas entraram com o propósito de mostrar trabalho .“Não me surpreendeu o comprometimento e determinação dos jogadores e a qualidade também. Foi uma bela vitória, precisávamos pontuar e estamos muito satisfeitos e orgulhosos dos atletas hoje”, analisou Oliveira.

Dos onze titulares, quatro eram das categorias de base do Coxa e três estiveram em campo na conquista da Taça BH, no ano passado: Djair, Wallisson e Luccas Claro. “Tínhamos sete jogadores, quatro jogando. Acreditamos no trabalho da base, muito bem feito, e tive toda confiança para lançar esses jogadores. Nos orgulha ver toda essa entrega no jogo e a qualidade de trabalho que eles têm”, comemorou o técnico alviverde, destacando, agora, a preocupação total com o próximo compromisso do Coxa, dessa vez pela Copa do Brasil.

“Entendo que esse jogo foi importante pela vitória, pontuação e valorização do grupo. Vitórias proporcionam confiança e fortalecem, mas é outro jogo com uma estratégia diferente”, afirmou. “Vamos devagar, construímos esse caminho e vamos buscar esse resultado com equilíbrio e determinação intensa”, avisou o treinador, que destacou a característica de variar apresentada pelo time cruzmaltino.

“Temos que nos preparar para decidir. O Vasco tem boas possibilidades e variações. Tem jogadores belíssimos e um bom comando, então temos que nos prevenir para todas as situações”, alertou, sem esquecer a força da torcida que deve lotar o Couto Pereira na quarta-feira. “Estamos felizes e agora a grande dificuldade é o Vasco. Vamos lutar muito para buscar esse título”, finalizou.