Apesar do técnico Marcelo Oliveira ainda não confirmar a escalação que vai mandar à campo, é possível que o Coritiba tenha mudanças para enfrentar o Santos, a partir das 21h50 desta quarta-feira, na Vila Belmiro. A tendência é que Léo Gago e Marcos Aurélio voltem a ser titulares, jogando nas vagas de Anderson Aquino e Éverton Costa, este último vetado pelo departamento médico coxa-branca.

Se essas duas mudanças forem confirmadas, Tcheco passa a jogar mais avançado ao lado de Rafinha, com Léo Gago e Leandro Donizete responsáveis pela marcação no meio-campo alviverde. No ataque, Marcos Aurélio faria dupla com Bill. Sendo assim, a tendência é que o Coritiba enfrente o Peixe com Edson Bastos; Jonas, Emerson, Jeci e Lucas Mendes; Leandro Donizete, Léo Gago, Tcheco e Rafinha; Marcos Aurélio e Bill.

Sobre um possível retorno de Marcos Aurélio à equipe titular, o técnico Marcelo Oliveira desconversou e disse que tem boas opções para substituir Éverton Costa, que ficou em Curitiba realizando um trabalho físico específico para desgaste muscular.”O Marcos é um jogador que a gente acredita muito e não está isento de ceder seu lugar no time, porque somos um grupo. O Marcos Aurélio, o Aquino e o Geraldo são boas opções para essa partida”, afirmou.

Divulgação
Léo Gago pode ser titular diante do Santos

Oliveira disse que analisou todas as características da equipe do Santos para definir quem entra em campo na Vila Belmiro, mas só confirma a escalação do Coxa momentos antes do início do jogo:”Como técnico, eu tenho que analisar todos os aspectos do jogo. O Éverton Costa e o Rafinha são jogadores que marcam também. E agora temos outras opções e eu vou analisar todas as situações para definir quem joga. Mas isso é indiferente, com qualquer formação a gente vai buscar o equilíbrio entre ataque e defesa”.

Neymar, o craque do Santos

Um dos principais jogadores do futebol brasileiro na atualidade, o atacante Neymar vai receber uma marcação a mais dos jogadores do Coritiba, como reveleu o treinador alviverde.”O Neymar é um jogador diferenciado, que decide o jogo em uma jogada e temos que ter uma atenção especial com ele. Vamos ter cuidado com o Neymar, assim como acredito que o Santos vai ter cuidado com o Rafinha, por exemplo”, finalizou Marcelo Oliveira.