Marcelo Oliveira quer equipe propondo o jogo e não só marcando (Divulgação/Coritiba)

Vindo de duas vitórias consecutivas, o Coritiba buscará coroar a boa fase e dar sequência à recuperação neste sábado (12), contra o Atlético-GO, na abertura do returno do Brasileiro, para tentar se aproximar ainda mais do G6 da competição. Mesmo diante do lanterna do campeonato, o técnico Marcelo Oliveira não espera vida fácil em Goiânia e confirmou que não deverá fazer alterações na equipe.

“Este Brasileiro tem mostrado em resultados recentes que não dá para ter alívio, todo jogo é complicado. Da mesma forma que a gente quer fazer uma sequência de vitórias, o Atlético-GO quer sair de uma zona incômoda. Até jogaram bem contra o Grêmio, eu assisti a partida. Então temos que ir firmes e convictos para fazer um jogo competitivo e tentar trazer a vitória. Em relação à base do time, ela será a mesma e não deverá ter tanta novidade”, afirmou o treinador em entrevista à imprensa.

Para este duelo fora de casa, a equipe terá o retorno do zagueiro Walisson Maia, que está recuperado de lesão e fica à disposição do comandante. No entanto, o defensor deverá ficar no banco de reservas e a dupla de zaga terá a manutenção de Márcio e Luizão pelo setor.

Reajustando a forma do time jogar, o treinador coxa-branca ressaltou a necessidade de não só ser forte na marcação, mas também de propor o jogo diante de seus adversários. “Nós temos que superar este momento. Inicialmente a gente precisa marcar para jogar, mas a medida em que o time for ganhando corpo, aí você precisa jogar mais também, que foi o que faltou no último jogo. Está muito bom e intenso na marcação, a doação está grande, falta apenas um capricho na parte técnica para que a gente chegue com mais naturalidade no gol”, disse.

O Coritiba encara o Atlético-GO neste sábado (12), às 16h, no Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia, válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.