Após a derrota deste domingo por 2 a 0 para o Botafogo, no estádio Engenhão, o técnico Marcelo Oliveira admitiu que o Coritiba deixou a desejar no primeiro tempo da partida, justamente quando o adversário marcou os dois gols do jogo.

“Nós viemos com o propósito de ganhar o jogo. Achávamos que podíamos aproveitar o momento delicado do Botafogo, a pressão da torcida. Mas o primeiro tempo foi muito ruim em todos os sentidos”, analisou o treinador.

Oliveira disse que cobrou dos jogadores no intervalo da partida e viu uma melhora no rendimento da equipe no segundo tempo.”Voltamos melhor para o segundo tempo, mas não foi o suficiente. Tivemos pouco poder de conclusão e os gols não saíram”, completou.

Na 16ª colocação, a três pontos de distância da zona de rebaixamento, Oliveira afirmou que está preocupado sim com o atual momento do Coritiba e com uma possível queda para a Série B. O treinador, no entanto, diz que não há motivo para desespero para não complicar ainda mais a situação.

“Existe preocupação sim, mas não podemos transformar em desespero, porque aí a situação fica crítica”, afirmou.”Eu tenho plena consciência do momento do Coritiba, das dificuldades que estamos enfrentando, de como é complicado trabalhar na parte debaixo da tabela. O ideal era a gente ter vencido hoje e todos sabem disso”, finalizou Marcelo Oliveira.