Marcelo Oliveira ressaltou problema na armação do time. (Geraldo Bubniak)

O técnico Marcelo Oliveira admitiu o desempenho ruim do Coritiba na derrota para o lanterna Atlético-GO por 1 a 0, no estádio Olímpico Pedro Ludovico. O treinador também afirmou que o time esteve ansioso em campo e espera rápida recuperação dentro de casa na próxima rodada contra o Santos no dia 20 de agosto.

“Levamos mais um gol de desatenção. Nós não cuidamos e demos espaços para o Jorginho marcar o gol. Depois tivemos o desespero de fazer as jogadas com ansiedade, tentamos com jogadas pelos lados e produzimos pouco. Foi uma derrota muito por aquilo que não fizemos”, lamentou o treinador.

Além do desempenho ruim, a baixa umidade do ar atrapalhou os jogadores do Coxa durante a partida e o volante Alan Santos até precisou deixar o estádio de ambulância. Entretanto, o treinador nega que a temperatura tenha influenciado na atuação do time. “Talvez se a gente ganhasse, eu reclamasse do tempo seco que estava aqui, mas as nada serve de desculpa. Precisamos melhorar, mobilizar essa semana e qualificar um pouco mais esse time. Lamentamos e agora vamos buscar em casa”, disse.

Outro problema detectado pelo comandante coxa-branca foi na armação da equipe e mais uma vez a opção foi colocar Thiago Carleto improvisado mais a frente. “Nós estamos jogando sem um meia e a gente optou por jogadores por lado de campo: Rildo e Carleto. E as saídas de bola ficou a cargo do Alan Santos e do Galdezani. Tem sido um problema essa transição do meio para frente. Erramos muito lançamentos, coisas simples de jogo, mas estou otimista de recuperação em casa. Espero que a gente possa ser forte”, explicou.

O Coritiba volta a campo somente no dia 20 de agosto contra o Santos, no estádio Couto Pereira, a partir das 19h.

Assista a entrevista do técnico Marcelo Oliveira:

Entrevista do técnico Marcelo Oliveira após a derrota para o Atlético-GO. por 1×0.

Posted by Esporte Banda B on Saturday, August 12, 2017