Divulgação/Coritiba
Meia se assustou com a luxação no dedo, que saiu do lugar no segundo tempo contra o Corinthians

O segundo tempo de jogo reservou a reação do Coritiba sobre o líder Corinthians que veio ao Couto Pereira obstinado em vencer. A marcação forte rendeu ao time tranquilidade para chegar ao gol, mas logo após Jonas marcar de cabeça, uma cena assustou a torcida nas arquibancadas. Com o dedo deslocado, o meia Tcheco teve que ser atendido no campo, mas voltou ao jogo, com a mão imobilizada.

O médico do Coritiba, Walmir Sampaio, fez uma avaliação no dedo do jogador e, ainda no gramado, conseguiu devolvê-lo ao lugar para colocar Tcheco de volta ao jogo. “Ele sofreu uma luxação. Fizemos uma manobra de redução, imobilizou e ele conseguiu continuar”, contou Sampaio. “Na hora ele ficou assustado, mas depois ele conseguiu se recuperar”, completou.

Mesmo com a gravidade da lesão, o médico não acredita que o jogador preocupe para as próximas partidas. “Depois do jogo provavelmente a lesão vai inchar, fazer edema e a gente já fazer tratamento, mas eu acredito que ele não seja problema pros próximos jogos”, finalizou o médico.Sem Emerson, suspenso pelo terceiro amarelo, o Coritiba vai ao Rio de Janeiro na próxima quinta-feira (08) para enfrentar o Vasco em São Januário pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 29 pontos, o time subiu quatro posições e já é o oitavo colocado do campeonato.