Por Pedro Melo com informações de Osmar Antônio

Trabalho de Pachequinho vem sendo aprovado pelo elenco do Coritiba. (Divulgação/Coritiba)

Trabalho de Pachequinho vem sendo aprovado pelo elenco do Coritiba. (Divulgação/Coritiba)

Pachequinho assumiu o Coritiba de forma interina pela segunda vez em menos de um ano e ainda não sabe até quando ficará no comando técnico. Mas se depender do lateral-direito Ceará, jogador mais experiente no elenco, o treinador deve ser efetivado pela diretoria.

“Trabalho do Pacheco tem sido positivo. O trabalho dele é muito sério, ele tem implementado um trabalho com muito afinco dia após dia sempre em busca de resultados positivos. Eu acho que ele poderia ser efetivado como treinador do Coritiba mesmo sem tanta experiência, mas é alguém capacitado para estar a frente do clube”, comentou Ceará.

O mesmo pensamento é defendido pelo zagueiro Juninho que elogiou a personalidade do atual técnico. “Isso tem que deixar para a diretoria, mas pela opinião de todos os atletas, ele ficaria. Porém, quem decide isso é a diretoria”, comentou. “O trabalho dele vem sendo muito efetivo, ele assumiu o comando com muita personalidade e agora conseguiu arrumar o time”, acrescentou.

Em sua primeira passagem como interino, Pachequinho foi colocado como treinador e conseguiu evitar a queda do Alviverde para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Alguns torcedores defendiam a permanência dele, mas a diretoria decidiu coloca-lo como auxiliar para adquirir mais experiência.

Agora, na segunda oportunidade de comandar o Coxa, o treinador tem uma campanha de duas vitórias, cinco empates e duas derrotas. Apesar de ter somente um triunfo nas últimas cinco rodadas, o time não levou gol nas últimas partidas e o sistema defensivo passou a ser elogiado.