A semana completa de trabalhos para preparar o time inspiram o Coxa a fazer o balanço do Brasileirão até a 32ª rodada. Na 11ª colocação, o time ainda tem chances matemáticas de alcançar a zona de classificação à Libertadores, embora na prática a distância de oito pontos ainda seja o maior dos obstáculos do time do Alto da Glória.

Após empatar fora de casa com o São Paulo, o Alviverde volta as atenções ao modesto América-MG, que neste campeonato esteve longe de ser um visitante indigesto. O Coelho ainda não venceu fora de casa e ostenta a tímida marca de quatro triunfos em todas as rodadas do Brasileiro.

“É fundamental que a gente consiga vitórias para continuar com aquele sonho de poder chegar lá em cima”, diz o zagueiro Jeci, que mesmo com o retorno de Luccas Claro deve se manter na zaga titualr do Verdão. Para o defensor, a defesa foi o grande destaque da última rodada, quando o Coxa empatou sem gols com o São Paulo, no Morumbi.

Já de olho no planejamento de 2012, o Coxa faz o balanço de todas as conquistas deste ano, marcante na história do clube. “As marcas que a gente conseguiu esse ano, o Bicampeonato Paranaense, a sequência de vitórias, alguns jogos que marcaram muito, principalmente atuando no Couto Pereira, diante da nossa torcida”, apontou o zagueiro. “O que nos enche de orgulho é ver que o torcedor coxa-branca hoje tem prazer de ir a campo e ver nosso time e isso para nós não tem preço”, finalizou Jeci.