Por João Pedro Alves e Osmar Antônio

O técnico Dado Cavalcanti começou a definir nesta terça-feira (11) a escalação do Coritiba para a partida contra o Rio Branco, que marca a estreia do time principal no Campeonato Paranaense. No treino realizado nesta tarde no CT da Graciosa, o comandante alviverde mandou a campo a base da formação que atuou durante o ano passado e que já vinha trabalhando durante toda a pré-temporada.

(Foto: Divulgação/Coritiba)

Gil é um dos que ainda não tem presença confirmada contra o Leão da Estradinha (Foto: Divulgação/Coritiba)

No esboço alviverde, apenas um jogador contratado neste início de temporada foi titular: o meia-atacante Roni. Sem mais nenhuma novidade, seja de peças ou tática, a equipe que começou o treino foi formada por Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Luccas Claro e Carlinhos; Junior Urso, Gil, Germano e Alex; Roni e Deivid.

Durante a atividade, algumas mudanças foram feitas por Dado. Nesses testes, ganharam vaga no time o lateral-direito Moacir, o volante Willian e o meia Norberto – causando a saída de Victor Ferraz, Gil e Germano, respectivamente.

As alterações e ajustes que vem fazendo desde o começo da preparação nos primeiros dias de janeiro, explica o treinador, é para que o Coritiba seja um time mais rápido nesta temporada. “Treinamos para isso e é o que a gente espera. Vamos buscar ter bastante velocidade no jogo”, afirmou.

Mas Dado trata de pedir calma à torcida. Mesmo com força máxima à disposição a partir desta rodada, ele ressalta que o Coxa ainda sofrerá com algumas dificuldades e pode não ter o desempenho esperado pelos coxas-brancas imediatamente.

“Podemos sentir o ritmo de jogo nesse início, é normal. É diferente o ritmo do treino para o jogo”, justificou. “Por isso, pode ser que o resultado não aconteça. Talvez 90 minutos ainda seja muito para alguns atletas”, concluiu.

O confronto contra o Rio Branco, que abre a sexta rodada do Campeonato Paranaense, está marcado para as 19h30 desta sexta-feira no estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Zé Love ainda fica de fora

Considerado o reforço “com mais nome” entre as contratações realizadas pela diretoria coxa-branca, o atacante Zé Love não deve estrear contra o Leão da Estradinha. Como vem de uma preparação diferente no futebol europeu, ele vem fazendo trabalhos específicos de fortalecimento muscular em separado do restante do elenco.

O meia Robinho, que terminou 2013 lesionado, também treina em separado e terá que esperar mais um pouco para jogar.

Notícias relacionadas:

Coritiba irá estrear camisa em homenagem ao Brasil nesta sexta

Doze atletas ‘passam em vestibular’ e são promovidos ao time principal do Coritiba