Divulgação/Coritiba
Momento instável de Edson Bastos faz técnico optar por Vanderlei para enfrentar o Corinthians

A oitava derrota do Coritiba no Campeonato Brasileiro deixa à mostra um dos maiores obstáculos do time: a pontaria. Jogar bem e sair de campo derrotado já tem sido quase regra e, mais uma vez, o técnico Marcelo Oliveira lamentou a sorte em campo. Para ele, o resultado distorceu a justiça do placar, que deveria ter sido favorável ao Coxa, por tudo o que criou nos noventa minutos.”Um resultado completamente distorcido do que foi no jogo. Fazer gol é merito do adversário: não adiante ter dez chances e não marcar”, avaliou o treinador. Oliveira contou que o ambiente de pós-jogo foi de tristeza e de luta em vão. “A gente fica derrapando, na medida em que joga bem e não ganha”.

Após mais uma falha de Edson Bastos, que subiu sem achar a bola no que foi o segundo gol do Dragão, o treinador abriu mão do mistério e anunciou Vanderlei como titular da meta para a partida contra o Corinthians, no próximo domingo. “O Edson Bastos é um belíssimo goleiro, mas pode ser substituido sem problema nenhum. Ele pode estar passando por um momento de pressão”, reconheceu o treinador. “É uma situação que não pode mais se prolongar”, completou. Vanderlei já foi titular em dois jogos pelo Campeonato Brasileiro.

Ultrapassado pelo próprio Atlético-GO na tabela, o técnico acredita que o trabalho sério do time ainda pode levar o Coxa a um lugar mais confortável no Brasileiro. “Não é possível você sempre criar chances, apertar os adversários e não vencer. Alguma coisa tem que estar guardada pra nós”, finalizou.Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o líder Corinthians, no domingo (04), às 16h, no Couto Pereira.