Um dos líderes desse grupo que tem feito história no Coritiba, o meia Tcheco valoriza o resultado conquistado diante do Ceará na partida de ida da semifinal. O time segurou o ataque alvinegro e ainda teve grandes chances de marcar.

“Tivemos mais oportunidades, mas não conseguimos concluir em gol.Saímos de cabeça erguida pelo que apresentamos”, valoriza o atleta. Experiente, ele garante que o resultado é importante em função da qualidade do Vozão e agora a decisão fica para o Couto Pereira, onde o Coxa tem batido todos os seus adversários.

“Não podemos pensar em empate em nenhum momento porque o time do Ceará tem a vantagem do gol fora de casa. Temos que respeitar, mas o apoio do torcedor vai ser fundamental e estamos bem preparados”, aponta. Tcheco também destaca que será confronto entre grandes e a expectativa é de jogaço. “Vai ser uma guerra, no bom sentido, porque as duas equipes são bem qualificadas”, explica.

Mas depois dessa partida o time coxa-branca tem que parar de pensar na Copa, porque o foco é no Campeonato Brasileiro já que a estreia é nesse domingo. E o meia alerta a todos sobre a importância das primeiras rodadas, usando como exemplo o próprio Alviverde, que vacilou há dois anos.

“É uma situação que a gente já conversou hoje mesmo durante a oração. O Coritiba caiu em 2009 porque estava totalmente focado na semifinal da Copa do Brasil e deixou o Brasileirão de lado. Temos que saber lidar com isso”, avisa. Por isso a equipe faz um treino regenerativo amanhã mesmo logo cedo e depois volta a Curitiba para se preparar para enfrentar o Atlético-GO.