Depois da apresentação do meia Alex, nesta quinta-feiera (18), o presidente do Coritiba, Vilson Ribeiro de Andrade, participou do programa Balanço Esportivo da Rádio Banda B, que foi transmitido dentro do Couto Pereira.

O presidente Coxa-Branca falou não só sobre o meia recém-contratado, mas também sobre possíveis negociações para o ano de 2013, sobre a reforma do estádio e vários outros assuntos.

Confira a entrevista completa:

Número da camisa

“O Alex vai usar a camisa que quiser, mas a camisa 20 foi uma camisa que ele marcou história no Fenerbahçe”.

Estratégia de marketing na Turquia

“Vamos mandar as camisas para a Turquia também, porque hoje, todo torcedor do Fenerbahçe hoje torce um pouco para o Coxa. Hoje eu posso dizer que temos trinta milhões de torcedor por todo o mundo”.

Negociação com Alex

“Há um ano e meio atrás, quase dois anos, ele esteve aqui para ouvir o novo projeto do Coritiba até porque eu tinha assumido.Nós sentamos com ele, eu e o Felipe, e mostramos para ele toda a estrutura do nosso projeto, nossas dificuldades e as ações que iríamos realizar para melhorar.Naquele momento, ele disse que poderia voltar e eu até fiz uma brincadeira para ele voltar naquele ano, mas ele disse que tinha contrato.E desde então, ele começou a mandar mensagens para a gente, falando da final da Copa do Brasil, de cada derrota e por aí foi indo”

“Depois de um tempo, o Alex mandou uma mensagem ao Felipe dizendo que não estava feliz lá e nesse momento fizemos uma proposta e enviamos.Ele pediu uma semana para pensar e depois respondeu dizendo que estava fechado.Quando ele chegou no Brasil, falei para ele descansar e ele me disse que era para eu ficar tranquilo que estava fechado o contrato”.

Possíveis saídas

“O Rafinha tem contrato até 2014 e tem uma multa de R$24 milhões, mas o Vasco (que tem interesse), tá passando em dificuldades financeiras.Todos os jogadores que temos e nos interessamos em continuar tem contrato à longo prazo, por dois ou três anos”.

Lugano

“Quanto ao Lugano, não tem nada, mas nós estamos atento a todas as possibilidades no mercado”.

Importância dos sócios

“O nosso sócio é muito importante mas estamos procurando aumentar cada vez mais esse número.Todos os jogadores que trouxemos, quem está pagando, é a nossa torcida e a torcida é fundamental para continuarmos investindo”.

Obras do estádio e do CT

“O projeto da obra da Mauá está passando pelas aprovações do orgão públicos e pretendemos começar até dezembro”.

“Terminamos todo o processo de planejamento do projeto do novo CT e a nossa ideia é fazer os campos de treinamento das categorias de base já no ano que vem”.