Por João Pedro Alves e Osmar Antônio

A estreia do Coritiba na Copa do Brasil deste ano, quinta-feira (13) diante do Cene, tem uma importância diferente para um sul mato-grossense do elenco alviverde: Keirrison. Natural da cidade de Dourados, a cerca de 220km da capital Campo Grande, o palco do duelo, o atacante vive a expectativa de poder ter a família ao seu lado nesta partida e também de reencontrar o time que o revelou para o futebol.

(Foto: Divulgação/Coritiba)

Antes de vestir a camisa alviverde ainda jovem, Keirrison defendeu o Cene (Foto: Divulgação/Coritiba)

É isso mesmo, o K9 tem uma formação anterior à sua chegada ao Alto da Glória. Foi no “Furacão Amarelo” que o jogador começou a jogar e fez seus primeiros gols até ser levado para o CT da Graciosa com 17 anos. Por isso mesmo, ele garante que esse jogo tem um gosto especial.

“Fico muito feliz de ter essa expectativa, de participar do jogo contra a equipe que me deu a oportunidade. Temos uma história bonita. Fico feliz de voltar ao meu estado, agradeço muito o Cene pelo que fez por mim. Já voltei outras vezes (depois que saí) e foi aquela festa. Vai ser um momento inesquecível”, comemorou Keirrison, que começa como opção no banco no estádio Morenão.

Com esse esse histórico no Cene, a maior revelação da história do clube atua agora como um “espião” para ajudar o Coritiba. Apesar de já fazer oito anos de sua saída, Keirrison destacou que alguns companheiros que conheceu naquela época estão de volta ao Furacão e que o time sul mato-grossense pode criar dificuldades principalmente jogando em seus domínios.

“É uma equipe que sempre chega, que disputa os títulos estaduais. Não vai ser um jogo fácil. Algum diferencial eles têm para estar na Copa do Brasil. Temos que ter cuidado, eles estão jogando em casa. Temos que impor nosso ritmo e respeitá-los”, alertou.

Caso entre durante o jogo, como deseja, Keirrison espera que seja em grande estilo. Com um gol, por exemplo, não seria nada mau – principalmente se tratando de um atacante. Se isso acontecer, ele garante que não terá problemas em comemorar mesmo tendo uma ligação forte com o Cene.

“É muito do momento, depende da reação da hora. Se tiver a oportunidade, vou ficar muito feliz. Vamos ver na hora o que vai acontecer, mas vou comemorar normal”, declarou.

O reencontro entre Keirrison e Cene está marcado para as 21h50 desta quinta-feira no estádio Morenão, em Campo Grande. Pelo regulamento da Copa do Brasil, se os alviverdes vencerem por dois ou mais gols de diferença eliminam o jogo da volta no Couto Pereira.

Notícias relacionadas:

Diogo Sodré é relacionado e pode estrear pelo Coritiba diante do Cene-MS

Com retorno de Roni, Dado Cavalcanti confirma time que estreia contra o Cene-MS