Em um jogo onde o técnico Marcelo Oliveira, mais uma vez, pode ver a força do elenco que tem nas mãos, o lateral Eltinho foi um dos que voltou a equipe e conta que está buscando seu melhor para ajudar sempre que preciso.
“Estou pronto. Aprendi muito o tempo que fiquei fora. A equipe fez um grande jogo e vamos continuar trabalhando para procurar a oportunidade. Temos que dar sequência no trabalho”, avaliou.

Mas ele conta também que a goleada foi suada. “Fácil não foi, conseguimos o placar elástico porque nos entregamos e corremos. Mas quarta-feira o jogo será muito mais difícil”, lembra. O mais importante foi poder retornar ao time, situação que também foi vivida por outros atletas nesta tarde. “Foi difícil e para o Triguinho mais ainda. Tivemos que ter paciência, mas estamos de volta para fazer o que mais gostamos e dar sequência no trabalho”.

Agora, o foco é no próprio Vasco, mas na decisão da próxima quarta-feira. “Tem mais 90 minutos para ser jogados. A gente sabe que é o jogo mais importante do ano pra gente, temos que fazer dois gols para sermos campeões e temos que ter tranqüilidade. Se Deus quiser na quarta-feira quem vai comandar é o Coritiba”, finaliza.

m um jogo onde o técnico Marcelo Oliveira, mais uma vez, pode ver a força do elenco que tem nas mãos, o lateral Eltinho foi um dos que voltou a equipe e conta que está buscando seu melhor para ajudar sempre que preciso.

“Estou pronto. Aprendi muito o tempo que fiquei fora. A equipe fez um grande jogo e vamos continuar trabalhando para procurar a oportunidade. Temos que dar sequência no trabalho”, avaliou.

Mas ele conta também que a goleada foi suada. “Fácil não foi, conseguimos o placar elástico porque nos entregamos e corremos. Mas quarta-feira o jogo será muito mais difícil”, lembra.

O mais importante foi poder retornar ao time, situação que também foi vivida por outros atletas nesta tarde. “Foi difícil e para o Triguinho mais ainda. Tivemos que ter paciência, mas estamos de volta para fazer o que mais gostamos e dar sequência no trabalho”.

Agora, o foco é no próprio Vasco, mas na decisão da próxima quarta-feira. “Tem mais 90 minutos para ser jogados. A gente sabe que é o jogo mais importante do ano pra gente, temos que fazer dois gols para sermos campeões e temos que ter tranqüilidade. Se Deus quiser na quarta-feira quem vai comandar é o Coritiba”, finaliza.