A cada hora, a decisão das vagas para a final da Copa do Brasil 2011 fica mais perto e aumenta não só a ansiedade dos torcedores, como também dos profissionais e principalmente dos atletas envolvidos nos jogos. Hora para os mais experientes, como o goleiro Edson Bastos, passar tranquilidade ao grupo, mantendo o foco em um jogo tão importante.

O pensamento se volta em busca de uma vaga na final inédita. “A meta é essa. Sabemos que o adversário é muito forte, mas é uma verdadeira decisão. Encaramos como uma oportunidade única de chegar à final e estamos trabalhando para que isso aconteça”, aponta o goleiro coxa-branca, que sabe bem: “pode ser a oportunidade das nossas vidas, chegar a uma decisão”, emenda.

“Temos que aproveitar a oportunidade e cabe a nós nos responsabilizarmos para fazer um bom jogo amanhã. É uma possibilidade real. Esperamos ter competência e não decepcionar a torcida”, garante.

Para um jogo como esse não é preciso mais nada para estar motivado. “Motivação é pela decisão, é natural. Não precisa falar muita coisa. Mas procuramos passar tranquilidade”, conta Bastos, experiente, que estava no grupo semifinalista da Copa do Brasil em 2009.

Mas a tranquilidade precisa existir. “Temos que manter a concentração porque uma decisão é definida em detalhes”, lembra o atleta. “Nossa preocupação é vencer o jogo. O resultado passado só vai ser bom se tivermos competência de vencer em casa”, completa.

Hoje, ao final do treino, as tradicionais cobranças de pênaltis. “A gente treina constantemente desde que começou a Copa do Brasil, esperamos não precisar disso para definir o resultado”.

O importante é se manter focado no jogo, que não tem como sair da cabeça até a noite deste dia 25 de maio. “Pensamos muito, não vemos a hora de a partida chegar. Mas são tantos jogos decisivos que passa a ser mais um jogo. Para os mais jovens a ansiedade existe e tentamos passar tranquilidade para todos”.