Por Pedro Melo

Diretoria do Coxa declarou que o objetivo é investir no Couto Pereira. (Banda B)

O assunto da ‘Arena Trio de Ferro’ não durou muito tempo entre os clubes de Curitiba. Depois do Paraná negar a possibilidade de se unir com os rivais, o Coritiba também descartou deixar o estádio Couto Pereira para jogar na Arena da Baixada.

Em nota assinada pela diretoria administrativa, o Coxa afirmou que o único objetivo do clube é investir no Couto Pereira. “Todos nossos esforços são no sentido de manter o Couto Pereira apto a receber grandes eventos, sejam partidas de futebol, atividade fim do estádio, ou outros espetáculos como alternativas de geração de receita”, declarou. “Ainda ressaltamos, não há, em hipótese alguma, a alternativa do Coritiba investir em outro espaço além do Couto Pereira como estádio e casa da torcida coritibana”, acrescentou.

Na última quinta-feira (02), o presidente do Paraná, Leonardo Oliveira, já havia negado qualquer chance de jogar no mesmo estádio dos rivais “Falar em mudança de estádio, esse assunto está fora da primeira folha de prioridades pelos vários problemas que temos. Nem analisado isso foi pela diretoria do Paraná. É um assunto fora de propósito”, comentou, em entrevista à Banda B.

O assunto surgiu no último dia 27 de fevereiro, quando os presidentes de Coritiba e Paraná se reuniram com o mandatário do Conselho Deliberativo do Atlético, Mário Celso Petraglia, para debater sobre a viabilização de arena única para os três times.

Confira a nota completa do Coritiba:

A diretoria administrativa do Coritiba Foot Ball Club vem a público esclarecer informações pertinentes ao patrimônio coxa-branca e projetos de melhorias e/ou ampliações do Estádio Couto Pereira, assim como desmentir publicações a respeito de um projeto de arena com outras equipes.

Durante seus 107 anos de história, o Coritiba construiu um patrimônio particular com trabalho de seus torcedores, sócios e dirigentes e recursos próprios. Esta diretoria mantém como objetivo esta tradição para realizar os avanços e ampliações, assim como o desenvolvimento de qualquer projeto referente aos nossos bens.

Todos nossos esforços são no sentido de manter o Couto Pereira apto a receber grandes eventos, sejam partidas de futebol, atividade fim do estádio, ou outros espetáculos como alternativas de geração de receita. Há o trabalho contínuo da diretoria administrativa, do Conselho Deliberativo e comissão de patrimônio neste sentido. Todos estes órgãos são regularmente informados e consultados sobre qualquer mudança.

Ainda ressaltamos, não há, em hipótese alguma, a alternativa do Coritiba investir em outro espaço além do Couto Pereira como estádio e casa da torcida coritibana. A informação que circulou nas últimas semanas referente a uma arena conjunta com outras equipes da capital não é uma opção desta diretoria.

Todos os planos para obras que venham a causar algum tipo de mudança vultuosa em nosso patrimônio serão sempre levados adiante somente com os devidos estudos de viabilidade, com a segurança financeira, equipe totalmente qualificada para desenvolvimento e o respaldo dos órgãos de gestão já mencionados neste comunicado.