Perder para o Ceará foi um balde de água fria nas pretensões do Coritiba dentro do Campeonato Brasileiro. Isso porque, com a derrota, o time deixou escapar a oportunidade de diminuir para apenas um ponto a diferença para o primeiro do G5 e agora é apenas o nono colocado na tabela, com 36 pontos.

No lá e cá, o Coritiba buscou o resultado durante todo o jogo contra o Vozão, mas acabou surpreendido pela ofensividade do time da casa. “Nós viemos para buscar pontos e buscar a vitória, e achávamos que era possível”, afirmou o técnico Marcelo Oliveira, destacando o bom primeiro tempo do Alviverde no jogo. “Foi um jogo extremamente equilibrado, talvez um empate fosse mais justo. O Ceará aproveitou-se das nossas falhas, mas poderíamos ter uma sorte diferente por aquilo que produzimos”, completou.

Se há algumas rodadas, quando o time conseguiu bater o líder Corinthians e um dos grandes elencos do segundo turno, Botafogo, o objetivo da Libertadores era perfeitamente palpável, a derrota não tira a esperança do Coritiba, segundo técnico. “Estacionamos um pouco, mas não perdemos a força para lutar. E não vai faltar trabalho nem vontade para tentar os resultados que nós buscamos”, garantiu o técnico. “Fico chateado com o resultado, mas fico feliz com o desempenho. Os jogadores têm respondido, nós agora temos que minimizar os erros e fazer os gols”, finalizou o treinador.

Na próxima rodada, o Coxa vai a Florianópolis para enfrentar o Figueirense, no domingo (02). O time catarinense é o 10º colocado, com o mesmo número de pontos do Coxa (36).