Por João Pedro Alves

O atacante Deivid conseguiu o que queria e não é mais atleta do Coritiba. A 1ª Vara do Trabalho e Curitiba concedeu nesta segunda-feira (10), por meio de uma decisão do juiz Roberto Dala Barba Filho, uma liminar que garante ao camisa 9 a liberação imediata do contrato com o clube que valia até abril de 2015.

(Foto: Divulgação/Coritiba)

Deivid teria recebido apenas duas parcelas do direito de imagem desde 2012 (Foto: Divulgação/Coritiba)

Os representantes do jogador entraram com a ação pedindo a desvinculação com o Coxa no último dia 26. O principal motivo apresentado foi o não pagamento dos direitos de imagem, já que apenas duas parcelas teriam sido quitadas desde agosto de 2012. Além disso, de acordo com a decisão judicial a que o GloboEsporte.com teve acesso, também são cobrados salários, FGTS e premiações.

Com a tutela antecipada concedida pela Justiça do Trabalho, o contrato foi rescindido e Deivid está livre para assinar com outra equipe. O empresário do atacante, Felipe Carrilho, revelou que clubes do Brasil e do exterior já entraram em contato para saber da situação e a partir de agora começarão as negociações para definir o futuro de seu cliente.

Nesta passagem pelo Coritiba, que teve início em agosto de 2012, Deivid atuou em 47 partidas, sendo 45 delas como titular, e marcou 18 gols. O único título conquistado foi o Campeonato Paranaense de 2013.

Com a confirmação da saída de Deivid, o elenco alviverde conta agora com seis peças para o ataque: Zé Eduardo, Julio César, Keirrison, Geraldo, Anderson Aquino e Maykon.

Notícias relacionadas:

Com direitos de imagem atrasados, Deivid pede rescisão de contrato e abandona o Coxa