Por Rodrigo Dornelles
Coxa perdeu boa chance de sair na frente no confronto. (Divulgação/ Coritiba)

Coxa perdeu boa chance de sair na frente no confronto. (Divulgação/ Coritiba)

Resultado amargo. O Coritiba foi até Salvador na noite desta quinta-feira (25) e perdeu uma boa oportunidade de sair na frente no confronto contra o Vitória. A equipe coxa-branca desperdiçou várias chances de marcar, reclamou um pênalti não marcado, saiu na frente, mas acabou tomando a virada e sai em desvantagem no duelo.

Com o domínio da partida desde os primeiros minutos de jogo, o Verdão perdeu várias oportunidades e foi abrir o placar no final do primeiro tempo, com Evandro aproveitando boa jogada entre Kléber e Dodô pela direita e o cruzamento do lateral. Na etapa final, parecia que apenas o Vitória tinha voltado para o campo e o Leão virou com gol de Diego Renan, em cobrança de pênalti duvidoso e Kieza, aproveitando falha da defesa coxa-branca.

Derrotado na noite desta quinta, o Coritiba precisa de uma vitória por 1 a 0 na partida de volta para garantir classificação para a próxima fase da competição. Vitória por dois ou mais gols de diferença também favorece o Verdão. Caso repita o 2 a 1, a decisão vai para os pênaltis.

O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira (31), às 17h, no Couto Pereira. Caso avance, o Coxa encara o vencedor do duelo argentino entre Estudiantes e Belgrano. No jogo de ida, o Estudiantes levou a melhor, em casa, pelo placar de 1 a 0.

Gol no final dá justiça ao primeiro tempo

Bastante superior na primeira metade da etapa inicial, o Coxa começou apertando o adversário e empilhando chances de marcar. Na melhor delas, Kléber entrou na área de frente para o goleiro e na tentativa de driblar Fernando Miguel, caiu na dividida com o goleiro e pediu pênalti, o árbitro nada marcou. Neto Berola e o próprio Kléber ainda tiveram outras chances.

Do outro lado, a partida parecia que poderia ter virado quando o árbitro marcou um toque de mão de Evandro na área alviverde. Kieza foi para a cobrança do pênalti e mandou na trave. O Vitória ainda teve boas chances, mas não marcou. No final da primeira etapa, Kléber acionou Dodô na ponta direita, que cruzou para Evandro abrir o placar.

Coxa “fica no vestiário” e Vitória aproveita

Após ser dominado pelo Coritiba na primeira etapa, o Vitória voltou para o segundo tempo para buscar o empate. A equipe acelerou o ritmo e apertou, enquanto o Verdão parecia ter ficado no vestiário. Em lance duvidoso e muito parecido com o de Kléber no primeiro tempo, Cárdenas caiu na saída de Wilson e dessa vez o árbitro marcou pênalti, o segundo do Leão no jogo. Diego Renan foi para a bola e marcou, no cantinho.

Em outra velocidade na segunda etapa, o Vitória chegou à virada com jogada pela direita, o cruzamento rasteiro, falha de Luccas Claro e Kieza estufando a rede. Marinho, para o Leão, e Bernardo, para o Coxa, ainda perderam duas boas chances de balançar a rede.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 2×1 CORITIBA

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).
Data: 25 de agosto de 2016.
Horário: 21h45.
Árbitro: José Argote (VEN).
Assistentes: Franchescoly Chacón (VEN) e Elbis Gómez (VEN).

Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus (Euller), Ramon, Victor Ramos e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo (Serginho) e Cárdenas; Marinho, Kieza e Vander (Ramallo).
Técnico: Vágner Mancini.

Coritiba: Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho e Juan; Edinho (Iago), João Paulo e Raphael Veiga; Evandro (Amaral), Kleber e Neto Berola (Bernardo).
Técnico: Paulo César Carpegiani.

Cartões amarelos: Victor Ramos e Marcelo (VIT). Evandro (CFC).
Gol
: Diego Renan aos 20′ do segundo tempo e Kieza aos 25′ do segundo tempo (VIT). Evandro aos 43′ do primeiro tempo (CFC).

Confira as imagens do jogo (Monique Vilela/Banda B):

01 02 03 04 05