Os reservas do Coritiba não deram bola para o clima de fim de feira no Paranaense e bateram o Roma por 3 a 1 na tarde deste domingo (29). A partida não valia mais nada. O Coxa, que chegou a 28 pontos, já havia conquistado o título do segundo turno, enquanto a equipe de Apucarana havia sido rebaixada na última rodada. Souza abriu o placar no começo do jogo, mas Rafael Silva empatou ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, Caio Vinícius e Renan Oliveira, que chegaram a ser titulares durante parte da campanha, marcaram para garantir a vitória alviverde.

A equipe coxa-branca fará as finais da competição nos próximos dois domingos (6 e 13), contra o rival Atlético, campeão do primeiro turno. Antes, enfrentará o Paysandu na quinta-feira (3), pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O Roma não tem mais calendário em 2012.

Roma marca no início, mas Coxa melhora e empata

De um lado, o Coritiba sem nenhum titular, inclusive com dois estreantes na equipe profissional. Do outro, o Roma já rebaixado e em processo de desmanche do elenco. De forma surpreendente, o time da casa abriu o placar aos 11 minutos. Souza invadiu a área pelo lado esquerdo e chutou fraco, mas contou com a falha de Edson Bastos, que deixou a bola entrar por baixo dos seus braços.

O Coxa tentava se encontrar, mas via o Tricolor seguir com as melhores chances. Aos 26, finalmente a troca de passes alviverde deu certo e Renan Oliveira deixou Rafael Silva na cara do gol. O meia, em posição duvidosa, bateu por cima na saída do goleiro Diego e deixou tudo igual.

A resposta da equipe de Apucarana poderia ter vindo de cabeça, mas foi anulada porque o autor do gol estava em posição irregular no momento em que a falta foi cobrada. O time coxa-branca cresceu nos minutos finais e, por pouco, Renan Oliveira não marcou quando o primeiro tempo se encaminhava para os acréscimos. O chute parou em Spada, que entrou no lugar do lesionado Diego e garantiu a igualdade.

Ex-titulares viram para o Coxa e garantem vitória

O Coritiba começou a segunda etapa com Zé Rafael no lugar de Rafael Silva, mas foi o Roma que começou assutando com Fábio. O atacante perdeu uma chance incrível após desviar cruzamento que veio da direita. Aos poucos, o Coxa foi ameaçando cada vez mais, principalmente pelas laterais do campo.

O gol estava amadurecendo e só não se consumou aos 18 minutos porque Diego Alemão parou na perna de Spada. O estreante zagueiro estava na frente do gol e perdeu chance incrível de cabeça.

A segunda revelação da Dallas Cup a entrar foi Thiago Primão, que substituiu Emerson Santos. Pouco depois, Caio Vinícius entrou no lugar de Marcel e não demorou para ele receber passe de Eltinho e chutar sem chances para Spada, aos 31. Ainda deu tempo de Renan Oliveira fazer o seu, sete minutos depois, após receber passe de Primão, e decretar a vitória por 3 a 1.

Ficha técnica:
Data: 29/04/12.
Local: Estádio Bom Jesus da Lapa, em Apucarana.
Horário: 16h00.
Árbitro: Robson Toloczko Coutinho.
Assistentes: Márcio Lopes Guerra e Alessandro Rodrigues Mori.
Cartões amarelos: André, Sérgio, Marcelão (Roma); Eltinho, Emerson Santos, Djair (Coritiba).
Gols: Souza, 11’/1°T (1-0); Rafael Silva, 26’/1°T (1-1); Caio Vinícius, 31’/2°T (1-2); Renan Oliveira, 38’/2°T (1-3).
Público total: 230.

Roma: Diego (Spada); Igor Pontes, André, Marcelão e Flavinho; Bahia, Sérgio, Léo e Daniel Piauí; Fábio e Souza (Pacato).

Técnico: Antônio Gleidson.

Coritiba: Edson Bastos; Vinícius, Diego Alemão, Luccas Claro e Eltinho; Artur, Djair, Emerson Santos (Thiago Primão), Rafael Silva (Zé Rafael) e Renan Oliveira; Marcel (Caio Vinícius).

Técnico: Tico.