Por ter perdido o jogo de ida por 2 a 0, na última quinta-feira, na Arena Barueri, o Coritiba precisa vencer o Palmeiras por três gols de diferença nesta quarta-feira, às 21h50, no Couto Pereira, para conquistar o título da Copa do Brasil.

Se o Coxa vencer o Porco por 2 a 0, mesmo placar da partida de ida, a decisão irá para as penalidades máximas. Se o time paulista marcar um gol no Couto Pereira, obriga o Verdão a marcar quatro para levantar a taça do torneio pela primeira vez na história. Confira abaixo a matemática para o título coxa-branca:

Vitória do Palmeiras independente do placar:
Essa situação não precisa nem explicar. Como venceu o jogo de ida por 2 a 0, se vencer também a partida de volta, o Palmeiras será bicampeão da Copa do Brasil, já que venceu o torneio também em 1998.

Empate por qualquer placar (0 a 0, 1 a 1, 2 a 2, 3 a 3, etc):
Nesse caso, a vantagem também é da equipe paulista, novamente por conta da vitória por 2 a 0 na primeira partida da grande final.

Vitória do Coritiba por 2 a 0:
É o único resultado que leva a decisão para os pênaltis, já que é o mesmo placar do jogo de ida.

Vitória do Coritiba por um ou dois gols de diferença, menos 2 a 0 (1 a 0, 2 a 1, 3 a 1, 3 a 2, 4 a 2, 4 a 3, etc).
Mesmo vencendo, um resultado assim não dá o título ao Coritiba, porque a vantagem do Palmeiras, pelo jogo de ida, é de dois gols, e por isso, o Coxa precisa marcar três vezes ou então ganhar por três gols de diferença, e de preferência, sem levar gols no Couto Pereira.

Vitória do Coritiba por três ou mais gols de diferença (3 a 0, 4 a 0, 4 a 1, 5 a 0, 5 a 1, 5 a 2, etc).
Esse é o resultado que deve ser buscado pela equipe coxa-branca, porque é o placar que dá o título ao Coritiba diretamente, sem sufoco ou penalidades máximas.

Caso o Coritiba sofra gols no Couto Pereira:
Se levar um gol em casa, o Coritiba é obrigado a marcar quatro para levantar a taça inédita da Copa do Brasil; se sofrer dois gols, precisa marcar cinco vezes, e assim sucessivamente. Isso porque, o gol marcado fora de casa é o primeiro critério de desempate na Copa do Brasil e a vantagem seria toda do Palmeiras, por balançar as redes no Couto Pereira, enquanto que o Coritiba não marcou na Arena Barueri. Exemplo: vitória coxa-branca por 3 a 1 iguala o placar dos dois jogos em 3 a 3, mas dá o título ao Porco pelo gol fora de casa (o mesmo vale para placares como 4 a 2 e 5 a 3 para o Coritiba).