Alecsandro marcou o segundo gol na temporada. (Geraldo Bubniak/Estadão Conteúdo)

O sangue bom foi alviverde. O troféu que leva o nome de uma das figuras mais icônicas da história do futebol paranaense ficará guardado para sempre na sala de troféus do Alto da Glória. O Coritiba confirmou a conquista da Taça Dionísio Filho ao derrotar o Rio Branco, por 3 a 0, na tarde deste domingo (25), no Couto Pereira, garantindo a vaga para a grande decisão do Campeonato Paranaense.

Superior desde o início, o Alviverde saiu na frente ainda no primeiro tempo do compromisso contra o Leão da Estradinha. O time tentou criar chances de perigo no começo, mas conseguiu ser efetivo apenas na reta final da primeira parte do jogo. Aos 33 minutos, Alecsandro finalizou com perigo e por pouco não tirou o grito de gol da torcida. Na segunda chance, aos 37, ele finalmente conseguiu. Após boa jogada de Iago Dias pelo lado direito, o camisa 9 apareceu apenas para completar, de cabeça, em cima da linha, e colocar os mandantes em vantagem.

O segundo tempo foi inteiro alviverde. Depois do adversário esboçar uma reação na parte inicial, o Coritiba confirmou a conquista com dois gols, fechando a goleada no Alto da Glória. Aos 15 minutos, Thalisson Kelven desviou após cruzamento na área e finalização de Alecsandro para ampliar. O terceiro e último gol saiu dos pés de Guilherme Parede, aos 23 minutos, ao tocar na saída de Jhones após lançamento de Júlio Rusch.

Com o título, o Coritiba garante a vaga na grande decisão do estadual. Caso vença a Taça Caio Júnior, o time garante o título paranaense com antecedência.

Alecsandro marca e coloca o Coritiba na frente

Com as duas equipes propondo jogo, o Coxa foi quem criou as melhores ocasiões no primeiro tempo de partida. Nas primeiras tentativas, Thalisson Kelven e Iago Dias arriscaram de longe e mandaram por cima do gol de Jhones.

Mas quis o destino que Alecsandro fosse o nome da etapa inicial. Foi do pé direito do atacante a primeira grande chance clara de gol, aos 33 minutos, quando arriscou e mandou raspando a trave do time do litoral. Mas na segunda tentativa, o camisa 9 não desperdiçou. Aos 37, Iago Dias invadiu pela esquerda, encobriu o goleiro Jhones e deixou o centroavante livre para cabecear em cima da linha de abrir o placar no Couto Pereira.

Coritiba marca mais dois e conquista a Taça Dionísio Filho

O segundo tempo começou de forma intensa, com as duas equipes buscando o gol. Logo no primeiro minuto, Iago Dias tentou o chute de longe e forçou o goleiro Jhones a intervir. O Rio Branco respondeu na sequência, com chute de Rodrigo Jesus, que mandou por cima a meta alviverde. Pouco depois, Everton Maringá cobrou falta e obrigou Wilson a trabalhar para evitar o empate.

Mas não demorou muito para o Coxa encaminhar de vez a sua conquista. Aos 15 minutos, após cobrança de escanteio na área, Alecsandro tentou a finalização e Thalisson Kelven desviou para marcar o segundo gol coxa-branca. O terceiro gol não demorou para sair. Aos 23, Júlio Rusch deu belo lançamento para Guilherme Parede e deixou o atacante em boa posição para driblar o marcador e tocar na saída de Jhones, fechando a goleada e carimbando a conquista alviverde.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 3X0 RIO BRANCO

Local: Couto Pereira.
Data: Domingo, 25 de fevereiro de 2018.
Horário: 16h.
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR).
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Weber Felipe Silva (PR).

Coritiba: Wilson; Marcos Moser, Thalisson Kelven, Romércio e Léo Andrade; Vitor Carvalho (João Paulo), Júlio Rusch e Thiago Lopes; Iago Dias (Pablo), Guilherme Parede (Kady) e Alecsandro.
Técnico: Sandro Forner.

Rio Branco: Jhones; Raul, Thiagão, Fernando e Victor (Éverton Maringá); Kessi, Camargo, Marco Túlio (Eric) e Rodrigo Jesus; Vandinho e Kauhan (Damião).
Técnico: Maurílio Silva.

Gol: Alecsandro aos 37′ do primeiro tempo, Thalisson Kelven aos 15′ e Guilherme Parede (CFC) aos 33′ do segundo tempo.
Cartão vermelho: Thiagão (RIO).