Divulgação/Coritiba
Treinador enfrenta o clube que o revelou para o futebol, mas está confiante em vitória do Verdão

Há oito meses no comando do Coritiba, o técnico Marcelo Oliveira irá encontrar, no próximo domingo, o time que o projetou no futebol. No Couto Pereira, o técnico enfrenta, pela primeira vez desde que chegou ao Alviverde, o Atlético-MG, clube em que trabalhou dentro e fora das quatro linhas.“Vou defender com todo o empenho a camisa do Coritiba, esperando nesse domingo viver uma nova fase, porque não podemos ficar adiando muito as vitórias, isso é muito perigoso”, garantiu o técnico, que, mesmo conhecedor do adversário, adianta que no futebol, informação não é tudo.

“Eu convivi muitos anos dentro do Atlético-MG, apesar de que alguma coisa já se modificou, mas não sã estas informações que ganham o jogo. Elas são apenas detalhes”, avalia Oliveira, que poderá contar com Leandro Donizete, absolvido nesta quarta-feira pelo Superior Trbunal de Justiça Desportiva (STJD). Davi, também livre de punição, está vetado pelo departamento médico e não enfrenta o Galo.

Em 10º lugar no Campeonato Brasileiro, com 18 pontos, o Coritiba precisa vencer em casa para não correr o risco de ficar próximo à zona de rebaixamento. Derrotado duas vezes em casa no campeonato, o time não quer ser surpreendido novamente. “Temos que a pagar de vez essa questão de estar patinando e não sair do lugar, apesar de estar sendo tão elogiado por todos”, finalizou o treinador.