Por Pedro Melo 

Coritiba tem somente dois pontos de vantagem para o Z4. (Osmar Antônio/Banda B)

Coritiba tem somente dois pontos de vantagem para o Z4. (Osmar Antônio/Banda B)

O Coritiba perdeu na última rodada para a Chapecoense e voltou a ficar próximo da zona de rebaixamento. Para sair da zona incomoda, o Alviverde espera manter o bom desempenho no Couto Pereira sob o comando do técnico Paulo César Carpegiani na partida contra o Corinthians, nesta quarta-feira (14), às 21h45.

Desde que Carpegiani chegou, o Alviverde ainda não perdeu dentro de casa e o meia Raphael Veiga destacou a importância de conquistar mais três pontos dentro do Couto Pereira. “Em um campeonato como é esse, a gente sabe que fazer ponto é importante, assim como não perder ponto em casa. Temos uma boa sequência no Couto e queremos o apoio da torcida para fazer uma boa partida novamente”, comentou.

Em relação ao time, o técnico coxa-branca terá muitos problemas já que Walisson Maia e Juan estão no departamento médico, além de Kleber, que ainda não tem previsão de retorno. O atacante Neto Berola passou por cirurgia após sofrer fratura no tornozelo e retorna aos gramados somente no ano que vem.

Corinthians ainda sonha com o título

O Corinthians vem de derrota para o Santos por 2 a 1, mas segue na quarta colocação e agora tem sete pontos de desvantagem para o líder Palmeiras. Por conta disso, o Timão encara a partida como decisão para continuar sonhando com o título. O único problema para o técnico Cristóvão Borges é o meia Giovanni Augusto, que sentiu dores musculares.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA X CORINTHIANS

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).
Data: 14 de setembro de 2016.
Horário: 21h45.
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ).
Assistentes: Silbert Faria Sisquim (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ).

Coritiba: Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho e Carlinhos; Alan Santos, João Paulo e Raphael Veiga; Iago, Evandro e Leandro.
Técnico: Paulo César Carpegiani.

Corinthians: Cássio, Fagner, Vilson, Balbuena e Uendel; Cristian; Camacho, Rodriguinho, Marlone e Lucca; Gustavo.
Técnico: Cristóvão Borges.