Por Rodrigo Dornelles

Ouça os gols da vitória coxa-branca na voz de Marcelo Ortiz:

Uma virada importante. O Coritiba sai atrás no placar já no segundo tempo de partida, mas consegue uma vitória de virada no Couto Pereira para deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Ricardo Oliveira abriu o placar, mas Kléber e Iago, em um golaço, viraram a partida.

Já na etapa final, o atacante Ricardo Oliveira aproveitou falha na saída de bola do Coritiba para marcar o gol que abriu o placar. Mas o Coxa buscou a virada com um gol de Kléber e um golaço de Iago, marcando aos 40 minutos da etapa final.

Coxa venceu o Santos de virada. (Divulgação/ Coritiba)

Coxa venceu o Santos de virada. (Divulgação/ Coritiba)

Fora da zona de rebaixamento novamente, já que havia entrado no grupo dos quatro últimos após a vitória do Botafogo, no sábado (20), o Verdão ocupa agora a 14ª colocação, com 25 pontos, e pega o São Paulo, fora de casa, na próxima rodada. Já o Santos cai para o quarto lugar no Brasileiro, com 36 pontos ganhos, e encara o Figueirense, em casa, na próxima rodada.

Goleiros garantem zero no placar

Em um primeiro tempo que não chegou a ter muitas oportunidades de gols para as equipes, os goleiros brilharam nas chances que apareceram para os atacantes. A partida foi equilibrada, com o Coritiba rondando a defensiva santista, mas sem conseguir levar grande perigo ao gol de Vanderlei. Do outro lado, a velocidade era a arma do Peixe para buscar o gol de Wilson.

Nas duas grandes chances da primeira etapa, uma para cada lado, os goleiros brilharam para impedir que o zero fosse tirado do placar. A primeira delas foi do Santos, com Ricardo Oliveira chutando forte, de primeira, no canto esquerdo de Wilson. O goleiro alviverde caiu para espalmar em uma ótima defesa. Já o Coxa teve a oportunidade quando Dodô roubou a bola pela direita, cruzou para a área e Kléber, sozinho, escorou para o gol, Vanderlei caiu para operar um milagre e salvar o Alvinegro paulista.

Jogo movimentado e virada coxa-branca

Com a mesma dinâmica do primeiro tempo, a etapa final de partida começou com o Coritiba tentando manter a bola para buscar o ataque e o Santos se aproveitando da velocidade. Vitor Bueno, pela direita, levou perigo em chute cruzado. Mas perigo mesmo veio quando João Paulo atrasou uma boa errado e deu um presentão para Ricardo Oliveira. De frente com Wilson, o atacante driblou o goleiro e tocou para a rede para abrir o placar.

Depois do gol, o domínio coxa-branca se ampliou no jogo e o Coritiba chegou ao empate aos 28 minutos. Cruzamento de Veiga, Kléber desvia, Evandro toca para o gol, Vanderlei consegue a defesa, mas no rebote Kléber estufa a rede. A virada não aconteceu pouco tempo depois porque Evandro perdeu chance incrível ao acertar a trave após belo passe de Iago que o deixou de frente com Vanderlei na área. E o vira vira no Couto veio aos 40 minutos. Iago pegou sobra na intermediária, dominou, ajeitou para o pé esquerdo e soltou uma bomba, na gaveta do goleiro Vanderlei, um golaço para virar o jogo.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 2×1 SANTOS

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).
Data: 21 de agosto de 2016.
Horário: 18h.

Coritiba: Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho e Benítez (Evandro); Edinho, João Paulo, Juan e Raphael Veiga (Thiago Lopes); Neto Berola (Iago) e Kléber.
Técnico: Paulo César Carpegiani.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Caju; Renato, Léo Cittadini, Lucas Lima (Jean Mota) e Vitor Bueno (Joel); Copete e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior.

Cartões amarelos: Neto Berola (CFC). Léo Cittadini, Jean Mota e Gustavo Henrique (SAN).
Gol: Kléber aos 28′ do segundo tempo e Iago aos 40′ do segundo tempo (CFC). Ricardo Oliveira aos 13′ do segundo tempo (SAN).