Por Rodrigo Dornelles com informações de Monique Vilela
Coxa perdeu em Salvador. (Divulgação/ Coritiba)

Coxa perdeu em Salvador. (Divulgação/ Coritiba)

Merecia um resultado melhor, assim entende Paulo César Carpegiani. O técnico coxa-branca acredita que o Coritiba não merecia sair de campo derrotado pelo Vitória e citou as inúmeras oportunidades de gol criadas pelo Coxa. No entanto, o treinador destacou a necessidade da equipe manter o nível de atuação durante os 90 minutos de partida.

Na primeira etapa, o Verdão teve amplo domínio do jogo e empilhou oportunidades de balançar a rede do Leão, mas marcou apenas uma vez. “Nós fizemos 18, 20 minutos que poderíamos ter decidido a classificação, seis claríssimas situações, não tivemos competência”, comentou Carpegiani. “Nós não merecíamos, não temos que lamentar, temos agora uma situação para decidir em casa. Temos que vencer”, disse.

Se foi dominante na etapa inicial, no segundo tempo o time caiu de produção e viu o Vitória atropelar para virar o jogo. Carpegiani elogia a atuação da equipe, mas cobra o mesmo nível durante todo o jogo. “Quero uma equipe que se imponha, termine dominando o jogo. Mas temos que manter, futebol são 90 minutos”, destacou o treinador.

Deixando a Copa Sul-Americana “de lado”, o Coritiba passa a pensar no São Paulo, adversário do time no Brasileirão, domingo (28), no Morumbi. O comandante alviverde relata problemas para escalar a equipe. “Kléber sofreu um pisão, já terminamos praticamente com 10 em campo”, comentou Carpegiani. “Nossa preocupação agora se chama Kléber. Ele saiu e não podia sequer ficar em pé”, afirmou.