Rafael Ribeiro/CBF
Emerson teve que discursar juntos aos também estreantes Elkeson e Borges

Um dos três representantes do Coritiba na Seleção Brasileira, o zagueiro Emerson volta a ficar à disposição do técnico Marcelo Oliveira para a partida deste domingo (2), às 16h, contra o Figueirense, no Estádio Orlando Scarpelli.Mesmo sem ter entrado em campo contra a Argentina, pela segunda partida do Superclássico das Américas, Emerson volta satisfeito em ter vivido a sua primeira convocação. Calouro, o zagueiro teve até que passar pelo batismo do selecionado brasileiro, junto a Elkeson e Borges, também estreantes. “Foi legal, deu um suador na gente, porque o pessoal fica olhando fica zoando, mas foi tranquilo”, contou Emerson. “O Ronaldinho pede para você subir na cadeira e falar para todo mundo, mas você vai falando e o pessoal vai zoando”.

Xerife da zaga coxa-branca, o zagueiro-artilheiro, com dez gols na temporada, lembrou do ambiente bem-humorado que encontrou em Belém. “Eu agradeci a Deus pelo momento. Falei que gostei do ambiente, que é muito bom, falei que eu ia me dedicar bastante no Coritiba para procurar fazer o melhor para que numa possível convocação eu possa estar novamente”, destacou.

De volta à capital paranaense, Emerson faz ao lado do prata da casa Luccas Claro a dupla de zaga que enfrenta o Figueira. Empatados em números de pontos, os dois times fazem campanhas bastante parecidas no Brasileirão. “O Figueirense vem motivado, ganhou fora contra o Santos então vai querer fazer o dever de dentro de casa, mas a gente já mostrou que nós temos qualidade de chegar fora, então a gente vai em busca disso”, finalizou.

A Banda B transmite Figueirense x Coritiba a partir das 15h30 deste domingo (2), com narração de Fernando César.