Apesar da vantagem obtida pelo Coritiba na primeira partida da Copa do Brasil contra o Paysandu, o clima do jogo na noite desta quinta-feira (03) deve ser de guerra. Com ingressos mais baratos e a missão de vencer por três ou mais gols de diferença, a torcida do Papão da Curuzu deve encher o Mangueirão em busca da inédita classificação para as quartas de final.

Ingressos esgotados e briga com a polícia

A primeira polêmica da partida envolve polícia e Paysandu. A diretoria do clube havia disponibilizado 35 mil ingressos para o jogo das oitavas de final da Copa do Brasil, porém esta cota se esgotou na quarta-feira (02). Para lotar o Mangueirão, a cúpula do papão disponibilizou mais 8 mil, causando problemas para a polícia, que tinha colocado 540 policiais para a segurança, e agora, terá que colocar 840 homens à disposição.

Segundo o apurado pela Banda B, a Polícia Militar irá processar os dirigentes do time paraense, que foram contra as leis do estatuto do torcedor.

Briga no primeiro jogo

Após a polêmica que aconteceu no Estádio Couto Pereira, na última quinta-feira (26), em que um reporter de uma emissora de rádio da capital paranaense discutiu com o jogador Harisson, do Paysandu, a torcida do Papão se mobilizou para ir ao estádio e empurrar o time contra o Coxa. Os torcedores estão motivados para tirar a vantagem e se classificar.

Lateral Roberto Carlos apoia movimentação do Papão

O ex-jogador da seleção brasileira, Roberto Carlos, atleta do Anzhi, da Rússia, fez uma parceria para divulgar o clube do norte do Brasil na Europa. Aproveitando o clima do jogo, ele pediu para que a torcida comparecesse ao jogo contra o Coxa para tentar buscar a classificação.

Os Vingadores

Para finalizar o rol de polêmicas, o periódico o Diário do Pará, aproveitando o clima preparado para o jogo, realizou uma montagem para motivar a torcida do papão. Na imagem (abaixo), quatro destaques do time do norte brasileiro, aparecem como os Vingadores, filme em exibição nos cinemas.