O volante Wendell entrou no segundo tempo do jogo deste sábado, mas não evitou a derrota atleticana por 3 a 0 para o Atlético-MG, em Sete Lagoas. O técnico Adilson Batista foi muito criticado por ter iniciado a partida com quatro volantes, mas Wendell defendeu o comandante rubro-negro e ainda disse que confia em uma melhora do Furacão ao longo da competição.

“Não cabe a mim falar, respeitamos a opção do nosso treinador e ele pensou o melhor para a nossa equipe. Mas às vezes não é isso. Futebol é dentro de campo e não deu certo. O Atlético é um time grande, sabemos viver com a pressão e vamos trabalhar mais, nos prepararmos mais, para buscarmos a vitória”, afirmou Wendell.