Wanderlei Silva já se reuniu com Mário Celso Petraglia. (Reprodução/Instagram)

O lutador Wanderlei Silva negocia para trazer evento do Bellator, uma das principais organizações de artes marciais mistas (MMA) do mundo, para a Arena da Baixada. O curitibano se reuniu com o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mário Celso Petraglia, e ficou empolgado com a estrutura vista no estádio.

“Estou muito feliz de intermediar esse evento. O Bellator já teve 200 edições pelo mundo, mas nunca no Brasil. Entrei em contato com o presidente do Bellattor e falei que queria na minha cidade. Ele me perguntou se tinha um grande estádio e falei que tinha um dos melhores do Mundo. Acompanhei o jogo do Atlético com o Tubarão e vi que a Arena é muito prática e funcional”, declarou o lutador.

Ainda restam alguns detalhes para confirmar a vinda do Bellator para Curitiba e a principal delas é a questão de data. O Atlético ofereceu duas possibilidades: durante a Copa do Mundo ou em dezembro. Tudo para evitar qualquer conflitos com jogos do clube, algo que aconteceu durante a fase final da Liga Mundial de Vôlei, em julho do ano passado.

Silva declarou que as datas oferecidas agradam ao Bellator e pretende conversar com os diretores para definir quando deverá acontecer o evento. “Eu vou levar as datas que o Atlético me sugeriu que é durante a Copa do Mundo ou em dezembro. Vou falar com o pessoal do Bellator se as condições de negócio são viáveis, eles vão analisar e ver que tipo de parceria será feita para trazer o evento para Curitiba”, explicou.

Caso o evento seja confirmado, Wanderlei Silva será uma das principais atrações do Bellator na Arena da Baixada em uma provável revanche contra Quinton ‘Rampage’ Jackson”. “Eu estou muito feliz. Já tive todos os ganhos que um atleta pode ter na carreira. Já fui melhor do mundo, que mais ganhou dinheiro e mais perigoso. Depois de 50 lutas, posso fazer a de número 51 na minha cidade. É a realização de um sonho poder lutar para o meu público. E enfrentar um cara super gabaritado também”, comentou.

Histórico da Arena da Baixada nas lutas

A Arena da Baixada já recebeu um evento de luta em maio de 2016. Na ocasião, o estádio foi sede do UFC 198 e registrou o maior público da história do evento no Brasil (45.207 torcedores). Entre as atrações estavam Cris Cyborg, Maurício Shogun, John Lineker e Fabrício Werdum.

“Eu gostaria de fazer um evento parecido com o UFC. Foi grandioso, teve gente que pagou R$ 7 mil porque deixou para comprar de última hora. A maioria dos ingressos foi vendido rapidamente. O evento foi um grande sucesso”, concluiu Wanderlei Silva.