Por Pedro Melo com informações de Felipe Dutra

Walter admitiu que hoje é reserva do Atlético. (Divulgação/Atlético)

Walter admitiu que hoje é reserva do Atlético. (Divulgação/Atlético)

Atualmente na reserva, o atacante Walter esteve próximo de deixar o Atlético. Logo após a vitória sobre o América-MG, o camisa 18 revelou que foi procurado pelo Goiás, mas uma conversa com o técnico Paulo Autuori foi fundamental para sua permanência no Rubro-Negro.

“Tenho o carinho da torcida do Goiás, mas estou feliz aqui. Pensei em ir sim e a possibilidade foi muito grande, mas conversei com o Autuori e ele falou que não ia me liberar, que precisa de mim e me disse que sou um líder dentro do grupo. Eu queria ficar aqui, mas também queria sair para ajudar o Goiás. Eles estão precisando de mim lá”, comentou Walter.

Depois de ser titular contra a Chapecoense, o atacante foi reserva nas últimas rodadas e admitiu que o momento é André Lima. Entretanto, o camisa 18 não descartou atuar no meio-campo. “Hoje eu sou reserva. Tenho que buscar meu espaço, mas o momento é do André. Onde for escalado, do meio para frente, eu jogo e o mais importante é ajudar o grupo”, afirmou.

Já o técnico Paulo Autuori negou que Walter seja atualmente uma opção no banco e reiterou a importância dele para a equipe. “O Walter entrou muito bem nos jogos, não considero ele um reserva e será muito importante por aquilo que irá fazer”, disse.