Por João Pedro Alves e Wellington Campos

O “dia D” para a presença de Curitiba como uma das 12 sedes da Copa do Mundo 2014 é esta terça-feira (18), com a vistoria decisiva da comitiva da Fifa na Arena da Baixada. Na véspera, o sentimento dentro do Atlético está longe de ser de nervosismo. Ao menos é o que garante o diretor de futebol Antônio Lopes. Sem preocupações, ele afirma que o resultado da visita será positivo e até banca a reabertura na data prevista.

(Foto: Divulgação/Atlético)

Lopes não acredita que a Arena possa ficar de fora: “Não corre risco” (Foto: Divulgação/Atlético)

As informações que surgiram nos últimos dias dando conta de que a exclusão da casa rubro-negra já estava decidida, ainda que negadas pela Fifa, não abalaram a confiança do “Delegado”. Isso acontece por um motivo, explicado pelo próprio Lopes: tudo que foi solicitado na última reunião, em janeiro, foi atendido.

“A Arena não corre risco e vai ser utilizada na Copa. O campo está totalmente gramado e o teto está sem problema nenhum. Também já foram colocadas mais de 20 mil cadeiras, praticamente a metade da lotação que vai ser de 43 mil”, avaliou o dirigente atleticano à Banda B no Rio de Janeiro.

As obras estão encaminhadas após um grande atraso, mas até que o estádio seja totalmente concluído ainda há aquela dúvida se ficará pronto no prazo. O primeiro jogo que a Arena deve receber no Mundial, Irã x Nigéria, está marcado para o dia 16 de junho. Nada que assuste Antônio Lopes. “No final de março, como foi prometido, a Arena estará liberada para ser usada”, cravou.

Apesar das garantias do Delgado, a Fifa estará em Curitiba na manhã desta terça-feira para “bater o martelo” da permanência ou não da sede para a Copa. Os quatro jogos previstos para o estádio Joaquim Américo Guimarães são Irã x Nigéria (16/6), Honduras x Equador (20/6), Austrália x Espanha (23/6) e Argélia x Rússia (26/6), todos válidos pela fase de grupos.

Notícias relacionadas:

“Curitiba fez tudo, avançamos dois meses em 15 dias”, garante secretário da Copa

Jérôme Valcke nega rumores de que Curitiba estaria fora da Copa: “Decisão só dia 18″