Thiago Heleno está a disposição de Fernando Diniz para a partida contra o São Paulo. (Miguel Locatelli/Atlético)

O zagueiro Thiago Heleno foi punido com uma partida de suspensão convertida em advertência, em julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), e está liberado para enfrentar o São Paulo, pela Copa do Brasil. O jogador atleticano foi denunciado pelo cartão vermelho na partida do Atlético contra o Ceará, válido pela ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Thiago Heleno foi expulso aos 21 minutos do primeiro tempo por falta dura no jogador do Ceará. De acordo com a denúncia, o zagueiro foi expulso após carrinho com entrada imprudente e desproporcional em disputa de bola com seu adversário.

“Caso que parece uma jogada violenta e grave, mas existe toda uma circunstância que precisamos analisar. Thiago Heleno foi expulso pelo árbitro entender ele como último homem. Aos 23 do primeiro tempo, o Atlético jogando em casa, sofre um contra-ataque e ele tentou parar a jogada. Ele desliza e depois estica a perna. A discussão sobre o carrinho, que não é proibido, não foi perigoso. O atleta ficou fora de mais de um tempo, ficou fora do jogo seguinte. Ele foi imprudente e não teve dolo em hipótese nenhuma de lesionar o adversário. Ele é primário”, declarou o advogado do Atlético, Mário Bittencourt, durante a sessão do STJD.

A punição de uma partida convertida em advertência foi proferida por unanimidade. Ainda cabe recurso no caso.