Fernando Diniz durante entrevista coletiva após a vitória sobre o São Paulo. (Monique Vilela/Banda B)

O técnico Fernando Diniz lamentou a falta de jogos da equipe principal do Atlético. Com a decisão de jogar o Campeonato Paranaense com grupo de aspirantes, a vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo foi apenas a quinta partida em três meses de trabalho.

As três substituições realizadas por Diniz foram por problemas com os jogadores. Para o treinador, o fator determinante para as contusões foi justamente a ausência de partidas. “O Jonathan saiu porque ele sentiu, o Lucho fez sua primeira partida como titular na temporada e o Paulo André sentiu cãibra. O que pesou de maneira especial na partida de hoje foi a falta de ritmo porque a equipe fez apenas a quinta partida no ano passado”, disse. “Fomos encurralados no final do jogo pela falta de ritmo. Não sofremos tanto até o meio do segundo tempo. Mas eu gostei do rendimento da equipe de maneira geral”, complementou o técnico atleticano.

Depois da vitória contra o São Paulo, o Atlético se prepara para a primeira maratona na temporada, com jogos pela Copa do Brasil e Sul-Americana e Brasileirão. De acordo com o técnico, a sequência pode ajudar na evolução do time. “É um fator que pode nos beneficiar, mas não podemos saber o quanto. Depois, teremos outra questão que é a sequência de partidas que teremos apenas 72 horas de descanso. É uma dinâmica completamente diferente”, declarou.

Em relação à escalação, as principais novidades foram as entradas do meia Lucho González e do atacante Pablo nas vagas de Matheus Rossetto e Bergson, respectivamente. Além disso, o comandante rubro-negro improvisou Raphael Veiga na lateral-direita após a saída de Jonathan.

“O Veiga já tinha treinado algumas vezes e já jogou por aquele lado na partida contra o Ceará. Claro que não é um jogador tão treinado quanto o Jonathan, mas pode fazer a função. Fizemos as mudanças de acordo com o que acontece nos jogos e treinamentos. Ganhamos mobilidade com a entrada de Pablo e ele vive um grande momento nos treinamentos. Já o Lucho entrou bem contra o Ceará e vem se destacando nos treinamentos”, explicou Diniz.

Assista a entrevista do técnico Fernando Diniz:

Coletiva Fernando Diniz

Posted by Portal Banda B on Wednesday, April 4, 2018