Por Guilherme Coimbra com informações de Felipe Dutra

Autuori se disse satisfeito com o primeiro teste (Reprodução/TV Cap)

Em um jogo recheado de confusão e no espírito de Libertadores, o Atlético empatou com o Peñarol, na noite desta quarta-feira (25), na Arena da Baixada. Satisfeito com a primeira apresentação da equipe no ano, o técnico Paulo Autuori elogiou a atuação dos estreantes e destacou a importância do amistoso para a ambientação do Furacão com o clima da competição continental.

Mesmo com a pouca movimentação da partida, o Atlético teve domínio nas ações, agradando o treinador na postura no decorrer do duelo contra o Peñarol. “Estou muito satisfeito com o que vi hoje. Estamos trabalhando há 12 dias e a equipe adversária com quatro semanas e durante todo o jogo isso parecia o inverso. Isso me surpreendeu muito tecnicamente. Taticamente estávamos muito organizados. Temos condições de fazer uma equipe competitiva”, afirmou Autuori.

Estreantes da noite, o meia Felipe Gedoz e o atacante Luis Henrique tiveram suas atuações elogiadas pelo técnico Paulo Autuori. “Estiveram bem, entrosados na função daquilo que pretendemos. O [Felipe] Gedoz é um jogador que estamos preocupados, por isso tiramos mais cedo. Mas esteve bem e tem potencial. Já o Luis [Henrique] é um jogador de área, muito novo, que vai completar sua formação com a gente. Finalizou umas quatro vezes, poderia ter feito gols, mas o importante é essa presença de área e a maneira como ele se portou com a equipe”, analisou. “Acho que foi bom em termos gerais. A equipe como um todo me agradou muito”, concluiu.

A rápida ligação do meio de campo foi o destaque do Atlético na partida. Mesclando a juventude do volante Luiz Otávio com a experiência do meia Lucho González, a equipe cumpriu a promessa tática proposta pelo treinador. Ficou claro o que eu disse antes do jogo que nossa saída na construção tinha ficado muito mais rápida. Isso tinha sido evidenciado nos treinamentos e hoje se comprovou. O Lucho González e o Luiz Otávio jogando muito para frente e isso ajudou muito a nossa ligação de trás. Nos dias de trabalho foi uma coisa que me chamou muito a atenção, a maneira como a equipe acelerou a transição”, disse.

Paulo Autuori saiu satisfeito com a ambientação da equipe com o clima do futebol sul-americano e espera o apoio da torcida na estreia da Libertadores, diante do Millonarios, da Colômbia, na próxima quarta-feira (1), na Arena da Baixada. “Os colombianos são um pouco diferentes. Isso é normal com equipes do Uruguai e eu vejo com naturalidade. Fiquei satisfeito quando soube que enfrentaria o Peñarol, pois sabia que isso iria acontecer e teríamos que ter postura. Achei ótimo ter acontecido, sabendo que em um jogo de três pontos não podemos dar o luxo de ter jogadores expulsos e temos que nos preocupar em jogar bola”, ressaltou. “Será um jogo muito difícil. Precisamos muito do apoio da nossa torcida como tivemos hoje, para darmos um passo grande em busca da classificação para a terceira fase da Libertadores”, finalizou.

Confira a entrevista coletiva do técnico Paulo Autuori: