Na quinta-feira (02), o goleiro Rodolfo deu uma coletiva falando que era dependente químico e que iria ser internado para se tratar e voltar à jogar futebol. Após o pronunciamento, o advogado Domingos Moro garantiu que esta será a primeira vez na história do futebol em que um jogador será internado.

Segundo o advogado do clube, Rodolfo passará por um tratamento para que aconteça uma desintoxicação.”Esse tipo de tratamento nunca foi feito na história do futebol. Todos tem que ver que esse menino de 21 anos é um dependente químico. O primeiro passo ele deu quando aceitou ser recuperado. Ele será internado hoje (02) em regime fechado para fazer uma desintoxicação completa”, garantiu Moro.

Para que a recuperação do goleiro aconteça, ele precisará de ajuda.”São quatro vertentes. O apoio clínico, o trabalho, a família e ele. Todos estamos torcendo para que ele consiga”, contou o advogado.

Para Domingos Moro, a decisão de Rodolfo se abrir com todos foi surpreendente.”Há uma semana, ele, perante todo o grupo e comissão técnica, expôs a sua situação e pediu desculpas. É uma atitude não muito comum no mundo do futebol que mostra que ele quer melhorar”, finalizou.