O Atlético venceu o Ceará, um dos candidatos à subir para a Série A do Brasileiro e que vinha em uma ótima crescente na competição, e novamente colou no G4. O técnico Ricardinho Drubscky exaltou a vitória apesar de seu time não ter jogado bem.

Apesar dos gols marcados, quem teve o domínio da bola foi o adversário. “Nós não estavamos conseguindo ficar com a bola no pé, o Ceará começou a gostar do jogo e daí nós tivemos que tentar segurar a bola com o Felipe e o Paulo Baier”, disse Drubscky.

Um dos problemas do treinador Rubro-Negro foi o lateral-direito do Ceará, que atacava muito, o que acabou tendo de segurar Pedro Botelho. “O Pedro Botelho teve que ficar mais porque o Apodi tem uma grande característica ofensiva e nós tinhamos que neutralizar aquilo, se não, não iriamos ganhar”, lembrou.

Para Drubscky, todos os jogos serão uma decisão e o Furacão precisa manter o foco na volta à Série A. “Nós temos que jogar todos os jogos como se fossem os últimos e nós sabíamos que seria difícil entrar no G4 nesta rodada, a única coisa que não podemos fazer é se distanciar da parte de cima da tabela”, finalizou.