Após a derrota para o Ceará por 1 a 0 no Presidente Vargas, o atacante Ricardinho pediu a união e a força da torcida para que o Furacão se recupere e brigue na parte de cima da tabela da Série B.

Segundo o atleta que entrou no segundo tempo e jogou bem, a torcida é muito importante neste momento. “A gente tem que pedir a força da torcida para nos ajudar dentro de casa porque temos que nos unirmos. Estamos tristes com a derrota, o empate já estaria de bom tamanho, mas não tem muita coisa para falar, agora temos que trabalhar”, disse ele.

Ricardinho garantiu que o lugar do Atlético, na competição, é na parte de cima da tabela. “Tá na hora de sair dessa situação, temos que começar a brigar lá em cima e não aqui em baixo”, avisou.

O atacante que subiu com a Ponte Preta em 2011 sabe que a dificuldade da Série B é grande. “A Série B é mais difícil que a Série A, porque é muito truncado. Não adianta desespero por parte do nosso torcedor, temos que nos unir”.

Além disso, o jogador lembrou que existe uma sintonia entre os jogadores e o clube, e falou que o problema está sendo dentro de campo. “O que tá faltando no Atlético é dentro de campo, nós temos que dar aquele algo a mais para podermos reverter essa situação difícil que estamos tendo”, finalizou.