Por Pedro Melo 

Bruno Pivetti destacou a maturidade de Luis Henrique por recuperação rápida após pênalti perdido. (Gustavo Oliveira/Atlético)

O Atlético levou a melhor no clássico Atletiba por 2 a 0 e conquistou a primeira vitória no Campeonato Paranaense. Mantendo o planejamento do começo da temporada, o Rubro-Negro escalou uma equipe formada por jovens jogadores e o auxiliar Bruno Pivetti foi quem esteve na área técnica, enquanto o técnico Paulo Autuori ficou no banco de reservas.

Em entrevista ao canal oficial do Atlético, Pivetti declarou que o resultado positivo é fruto de todo o trabalho feito com a equipe. “Todos os jogos nós tivemos mais finalizações que o adversários, mas o resultado positivo não vinha. Estávamos muito confiantes nas jovens promessas do Atlético e o resultado veio para coroar o bom trabalho”, comentou.

“Não adianta a gente focar no resultado. Temos que analisar o todo, o caminho está certo e temos que absorver a pressão. A gente fica mais preocupado quando as coisas que a gente treina não acontece durante o jogo”, acrescentou o auxiliar.

Um dos jogadores que mais se destacaram na vitória atleticana foi o atacante Luis Henrique que perdeu pênalti na última rodada contra o Toledo e participou dos dois gols no clássico. “Ele [Luis Henrique] teve maturidade para assumir o erro diante da equipe. Ele podia ir abaixo ou encarar um jogo para mudar a história. Teve bastante personalidade durante o jogo e participou dos dois gols. Um dia você é o vilão, outro é herói. Precisa ter maturidade suficiente para absorver essa pressão”, destacou Pivetti.

Durante o segundo tempo, o Rubro-Negro passou a jogar com três zagueiros, mas de acordo com o auxiliar, nada altera no princípio de trabalho do clube. “É um 3-4-3 que a gente utiliza e já usamos contra o Capiatá. Ela é utilizado pela dinâmica do jogo, varia estruturalmente, mas os princípios são os mesmo”, falou.

Na próxima rodada, o Atlético viaja até o oeste do estado para enfrentar o Foz do Iguaçu no sábado (04), às 20h, no estádio do ABC. “Temos o planejamento feito, a gente não altera em nada e vamos com a moral lá em cima para conquistar a vitória”, concluiu Pivetti.